Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

É só a mim que isto me faz comichão

Saber que na constituição portuguesa é permitido que os partidos não eleitos pela maioria do povo (não interessa nada se foi com maioria absoluta) se puderem coligar pós eleições e serem estes a formar um governo maioritário que o povo não elegeu, faz-me assim muita comichão. 

Uma coisa é o partido que ganhou com minoria se coligar a um parceiro para tentar obter uma maioria estável para o país, porque eu acredito que neste momento o país precisa de estabilidade e não de boicote atrás de boicote a todas as medidas só porque somos oposição. Porque lá está quem forma a aliança é quem o povo quis eleger. 

A mal ou a bem o povo quis continuar com a coligação se bem que ela não conseguiu a maioria absoluta mas conseguiu a maioria. É a escolha do povo, mas quem é de esquerda ou anti-coligação, diz que não o povo quer uma maioria da esquerda porque se juntarem todos os outros partidos eles formam uma maioria absoluta. 

Isto parece conversa de perdedor, ah não faz mal eu vim em 4 lugar, mas se invertermos a tabela eu ganhei. 

Ou votarem todos para a escolha do menu da festa de Natal e a maioria votar bacalhau com couves mas como não é uma maioria absoluta os outros que votaram em Peru ou Sushi, juntarem-se e dizerem não a maioria não quer bacalhau com couves, quer uma mistura de Peru e Sushi.... e sai um jantar de Natal com um Peru rodeado com Sushi pelo meio. 

Epa eu não curto Sushi, nem o meu marido, mas se a maioria dos meus colegas escolhe ir a Sushi eu contento-me e como uns crepes e arroz xau xau e Sushi frito ou lá o que se chama... posso não gostar mas vou porque a maioria assim o quis e a amizade conta mais do que as escolhas gastronómicas. 

Aqui Portugal e a vontade do Povo conta mais do que a vontade dos outros partidos, mesmo que não gostem de não terem ganho, não façam uma luta parva pelo poder... mostrem-se adultos e responsáveis e tentem chegar a um acordo com a coligação, porque no resultado das eleições desculpem lá conta quem tem mais votos... e é assim que eu vejo... caso contrário para os próximas eleições da assembleia da Republica eu não vou votar, porque tanto se dá votar ou não se depois o que conta é as coligações pós eleições... epa é o mesmo que um jogo de futebol chegar ao final e a equipa que perdeu juntar-se a outra que perdeu, somarem os seus pontos e dizerem que foram eles que venceram o campeonato. 

Para mim democracia significa mesmo isso, o povo poder escolher o seu líder e quem querem que represente e governe o país... e por isso mesmo quem deve de ser o Primeiro-ministro é o Passos Coelho e o vice presidente o Portas... depois se existir uns quantos ministros do Ps ou do bloco de esquerda no governo não me choca... desde que se respeite o que o povo elegeu e se respeite o melhor para o país.