Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Não é só as mulheres que sofrem com um nascimento de um filho

Muito se fala na depressão pós parto das mulheres, ou talvez nem se fale assim tanto, porque todas as mulheres passam por uma fase de adaptação ao bebé, que se não for bem gerido pode originar um problema grave e que deve de ser tratado como tal. 

Mas geralmente todas as mães sentem-se e agora o que faço, o que fiz, porque não sinto aquele amor imenso por ela ou ele? Ou sinto tanto amor por ele ou ela que me anulo. 

Eu própria sofria do baby blues, lembro de passar praticamente as primeiras semanas a chorar, porque ela não mamava como devia, porque eu idealizei que iria dar mama, porque me sentia falhada como mulher e mãe porque ela não aumentava de peso e mesmo recorrendo a ajuda e todos me diziam que ela fazia uma boa pega, ela não puxava o leite, adormecia e ficava ali a fazer chucha... e claro que depois tinha fome e chorava ou então não chorava porque era muito dorminhoca. Enfim um rol de emoções.... Lembro-me também de um dia estar tão cansada e ela sempre a choramingar... e eu a abanar o carrinho gritar mas porque que tu não te calas... e ela chorar mais alto e eu pegar nela a chorar também e perceber ai nesse momento como é que existem mães que abanam tanto os filhos que lhes causam problemas... É um misto de cansaço e deprivação de sono, acordar sempre de 3 em 3 horas com um despertador para lhe acordar e dar de mamar, porque ela comia pouco e a médica assim mandou... leva qualquer um a loucura. Por isso é que se diz que para criar um filho é preciso uma Aldeia, sim é preciso ajuda e é preciso saber pedir ajuda e não ter vergonha nenhuma de ter a casa num caos, o mais importante é dormir sempre que o bebé dorme ou quase sempre, para não ajudar ao caos hormonal em que estamos.

Mas nisto ninguém fala no homem, o homem o que sente?! A gravidez é algo de estranho, o bebé é uma imagem a preto e branco para eles... não o sentem, não criam laços com o bebé quando este ainda está na barriga, e se quando ele sair cá para fora, ele não sentir nada a não ser um medo de perder a mulher para o bebé ou pior ter de ficar sozinho com o bebé e não saber cuidar dele?!

 

Aqui fica a foto reportagem de um pai relutante e da sua história e de como os primeiros meses da vida da sua filha ele se sentiu mal, sentiu que a sua vida tinha sido roubada por um alien que não conseguia relacionar com... sim é chocante de ler, mas se ele assim se sentiu, muitos homens o sentem, apenas este teve a coragem de o dizer. Sim porque é preciso muita coragem para dizer que sim já sentimos perdidos, já sentimos "no que nos fomos meter" várias vezes quando estamos exaustos e cansados e o bebé tem cólicas, ou não para de chorar ou acorda as 2 da manhã e não dorme mais e temos de ir trabalhar com 2 horas de sono... 

Já todos nos sentimos assim a diferença é que uns dizem a verdade outros pintam a maternidade e paternidade como um mar de rosas.