Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Desta ordem médica eu gosto

Então ontem fomos a consulta de otorino, já tínhamos ido anteriormente e já éramos seguidos, mas a nossa fantástica pediatra sugeriu pedir uma nova avaliação, que entretanto como os restantes problemas ficou sendo adiado por decisão conjunta. 

Mas aqui a cabeça da mãe não parava de ver os primos da mesma idade a falarem pelos cotovelos e a M a falar muito baixinho e apenas algumas palavras e frases simples. 

Então fomos a nova otorrino, não podia ter ficado mais bem impressionada com esta médica, disse logo para trazer o brinquedo ou o banco que a M estava a brincar, mas não foi preciso. Deu logo papel e canetas para ela e o consultório dela esta forrado com desenhos dos seus pacientes. Percorremos o seu historial médico e foi falando da minha preocupação na fala, e ela a falar comigo sempre atenta aos comportamentos da M e sempre que ela fala mesmo que pouco correctamente a médica dizia vê esta a falar. 

Examinou-a e disse que sim continua com otite serosa mas não está inflamada, que pode ser a causa do ligeiro atraso na fala que nós pais achamos que ela tem. Pois para a médica a M demonstrou-se ser uma menina normal para os seus 19 meses quase 20 meses. Muito esperta e com um desenvolvimento cognitivo normal e segundo ela um pouco avançada para a idade porque a notou muito despachada e independente. 

Exemplos: o pai desenhou a mão dela e ela a seguir tentou fazer ela sozinha o desenho da sua mão. Respondeu as perguntas queres esta caneta e ela respondeu "queo" e a médica percebeu-a perfeitamente ao contrário das outras pessoas que nunca percebem o que ela diz. 

Ao examinar a M deu-lhe a espátula de examinar a garganta mas a M prontamente apontou para a mesa de material médico e a médica deu-lhe a ponta que se usa para ver o ouvido e a M em vez de examinar e brincar com aquilo imitou a médica... dizendo ela que de certo que será médica e acha extraordinário com tudo o que ela tem passado não chorar assim que vê um médico. 

Mas saímos de lá com um tratamento não o ideal com medo que possa fazer algum coisa ao fígado mas sim com umas gotas nasais para por durante um mês para ver se conseguimos desobstruir o derrame do ouvido pelo nariz. Ordens de muita praia mesmo (são estas que eu gosto) mas nada de piscina portanto a M terá de esperar para poder fazer natação. 

 

E pronto agora já tenho resposta pronta quando me dizem que a M fala pouco que devia de ver se a menina não tem problema, a resposta é a menina não tem problema nenhum... os primos é que são muito desenvolvidos para a idade...

 

Às vezes cansa um pouco a mania das pessoas compararem as crianças... uma coisa era se ela tivesse quase 3 anos e nota-se um atraso na fala... mas ela nem dois anos tem... idade dita esperada que a maioria dos miúdos comecem a falar. A minha filha andou sozinha sem ajuda com 11 meses mas a bebés que só o conseguem aos 18 meses ou mais...mas isso ninguém sabe dizer ena foi muito desenvolvida para a idade. Só sabem apontar para o que ainda não faz.

 

P.S - Para quem não sabe uma otite serosa, é quando existe uma acumulação de líquido (geralmente nasce com o bebé) atrás do tímpano que impede que este vibre, causando alguns problemas na audição (algumas mães notam que o filho só ouve sons altos, ou que por vezes percebem outras não) e com consequência pode atrasar a fala das crianças ou a forma como dizem as palavras, pois dizem como ouvem né... 

Mas o maior problema médico das otites serosas é que geralmente os invernos onde os miúdos andam sempre ranhosos esse líquido tem a tendência de infectar e dá as ditas otites infecciosas. E lá vem os antibióticos e as recorrentes otites podem lesar do tímpano e a audição. Havendo crianças operadas após os 3 anos que tem uma percentagem de perda auditiva devido as consecutivas otites. 

No nosso caso queremos muito resolver este problema pois temos receio que o inverno traga as otites da M e no caso dela os antibióticos podem provocar grandes danos ao fígado...