Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Ai os Alemães precisam de ser relembrados

Todos sabem que eu não tenho grande pena do que está a acontecer na Grécia, quer dizer ainda ontem me caíram os queixos a hora de jantar quando ouço que uma das propostas era taxarem os artigos de luxo de 10% para 16% e fora o resto... e eu sai-me com um "Fod... que aqui ainda antes da troika entrar já pagávamos bué impostos e estes gajos não pagam quase impostos nenhuns e estes anos todos de crise ainda não aumentaram os impostos dos artigos de luxo pelo menos?!" 

Por isso sim os Gregos estavam habituados a pagar poucos impostos, a fugir deles também, mas a receber muito do estado, muitos benefícios sociais e já se sabe numa casa que sai muito dinheiro e pouco entra boa coisa não dá....

 

Mas odeio ouvir e ler as notícias da Sra. Merkel e não ficar revoltada, que não considera aliviar a dívida da Grécia com um perdão. Ora nisto eu já não concordo, os Alemães fizeram M***** da grossa com duas Guerras Mundiais e as suas dívidas foram perdoadas em 60% para evitar a queda da Europa e relançar a sua economia e ainda para mais em solidariedade com um povo que muito mal fez, mas o Mundo olhou e perdoou pois havia muita gente que não sabia que atrocidades eram cometidas pelos Nazis.... e muitos não tiveram sequer escolha, então o mundo decidiu perdoar e ajudar... 

E eu proponho algo semelhante, mas claro que isso deve de envolver um reestruturação da Grécia para daqui a 5 anos não voltarem ao mesmo... mas sem perdão de parte da dívida, não estou a ver como é que os Gregos vão se safar desta... até porque com as medidas propostas eles ficam a anos luz dos impostos que nós temos, e o corte nas despesas do Estado também está a anos luz da nossa...

Se eu concordo com os altos impostos que temos, não em parte não concordo, porque acho que falta cortar muito nos bolsos dos políticos e do próprio Governo, mas compreendo que sem impostos não podemos ter condições no Ensino, na Saúde, nas Reformas, na Segurança Social.... aliás os países com maior carga fiscal são os que tem maiores condições socais, os Gregos quiseram ter o melhor de dois mundos, baixos impostos e excelentes benefícios sociais, mas meus amores a Utopia é mesmo uma utopia não se iludem. 

E o novo episódio da saga

Grécia agora aceita um acordo mas qual?! É oficial não é? Falam em algumas alterações para poderem aceitar... cheira-me que isto é mais uma volta da valsa e que amanhã temos nova volta para o não aceitamos isto.

Qualquer dia o povo Grego passa-se e vai de Guerra Civil, acho que já faltou mais....

Gregos

Mas alguém consegue perceber o que estes Gregos querem... não aceitam as medidas propostas, ok tudo muito bem o povo esta esgotado tirar mais ao povo não dá e afins... tudo certo porque a economia não cresce e a corrupção do povo e do governo é tanta que quase ninguém paga impostos naquela terra por isso quase que não há dinheiro a entrar no governo só a sair. Pensamos nós que com o referendo o que o Governo queria dizer era ok aceitam o acordo e recebemos ajuda novamente mas temos de por o rabo entre as pernas (mas foi o povo a decidir e muito bem) ou então saímos do euro e vamos a luta sozinhos com aquilo que acharmos melhor para nós (novamente o povo a decidir e tudo ok). 

Mas agora sai a notícia que o Governo Grego não quer sair do Euro, mas alguém os entende, eu acho que nem os próprios Gregos entendem o que eles pretendem... ou melhor a maioria dos Europeus já percebeu, o que eles querem é o Perdão total da dívida anterior, que lhes emprestem mais dinheiro e que eles governem o país como bem entenderem. 

Bem vou ali até ao meu banco dizer que quero o perdão de metade do empréstimo habitação e que o restante vou pagando conforme me vai sobrando ao final do mês, é que isto de ter o banco todo o santo mês no dia 1 a tirar-me grande parte do meu ordenado não dá com nada. Ah e também vou ali reclamar com Governo e com tudo e com todos que o que me foi descontado este mês para impostos e segurança social dava para eu ir de férias uma semana... fora o que o marido também desconta. 

E eu não recebo abonos, tenho seguro de saúde porque se precisar de uma urgência bem que me lixo a espera (1 mês a espera de uma colonoscopia e endoscopia que ainda nem está marcada). Da ultima vez que fui as urgências paguei em 2 dias de urgência 85€ enquanto num privado pago 40€ apenas porque está tudo incluído excepto o internamento. A minha filha está numa creche privada, porque na do estado iria pagar o mesmo e só podia por a bebé em Setembro e se tivesse vaga. O resto do tempo trazia a escondida debaixo das saias para o trabalho só pode. 

Portanto até ver o que recebo em troca dos meus impostos é pouca coisa, mas se eu olhar para os EUA se calhar o que eu pago de impostos até recebo alguma coisa em troca... só de pensar que nos EUA se adoecermos com cancro que o seguro só paga parte dos tratamentos e que a maioria das pessoas morre porque não tem dinheiro para pagar cirurgias ou tratamentos hospitalares. 

 

Bem mas de qualquer modo na Grécia agora não se paga transportes públicos olha que bela medida para um país super empobrecido... bora lá ainda abrir mais os cofres do estado (quais) e esbanjar dinheiro a toa... só para facilitar um pouco a vida dos Gregos que já se vêem Gregos para viver... Mas pêra lá 60 euros por dia dá 420€ numa semana opá isso aqui em Portugal dá para um mês para muita boa gente... 

Se calhar se formos a ver bem em Portugal vivemos pior que os Gregos ainda, apesar de eles terem mais desempregados do que nós... cheira-me que aqui em Portugal bem analisadas as coisas existem pessoas a viver bem pior que a maioria dos Gregos. 

 

Continuemos a espera dos próximos episódios de "Grécia: the neverending story about money" que nós também não.

Lembrei-me de Ken Follet

E o seu relato nos livros, das mulheres que passavam horas em toda a Europa para tentar comprar o pão (nunca se sabia se havia pão ou quanto ele ia custar). Mulheres que faziam km para ir buscar água, a alimentação racionada. 

Pena que a Grécia esteja a viver isto tudo de uma forma diferente mas está... mas depois é só olhar para o continente Africano e pensar que eles vivem bem pior sempre e sempre vão continuar a viver pior do que nós deste lado.

Grécia

Tudo o que tenho visto desta valsa descoordenada é que o governo Grego quer mesmo sair do Euro, mas não queria fazer logo assim a primeira, pois seriam acusados de traidores e afins, assim se saírem vão dizer que foi a Europa e o Eurogrupo que os levaram a sair porque eles nem queriam. 

Sinceramente quando estamos sem dinheiro, e sem saber o que fazer, ou seja desesperados, uma pessoa aceita as condições, mostra-se disponível para negociar e aceitar algumas propostas... não faz um finca pé como este que estão a fazer?! Fazer chantagem como "se os credores não aceitarem o que queremos (que é mais dinheiro e menos austoridade) então ameaçamos com o maior medo da Europa", que um país saia do Euro e que este seja o primeiro passo para o fim do Euro... 

Será que a saída da Grécia do Euro será assim tão tragédia grega ou será que todos ficávamos melhores?! 

 

Por muito que goste da utopia Grega, lamento imenso mas uma pessoa não pode simplesmente comprar uma casa de um milhão de euros e depois esperar que o Banco (credor) nos deixe lá viver e que paguemos quando pudermos ou seja no dia de são nunca a tarde. 

E todos temos de olhar para o outro lado da vida Grega o pré-troika, salários públicos mais elevados da Europa, trabalhavam apenas meio dia, iam trabalhar o resto do dia para os privados e não havia descontos para o Estado. Maior fuga de impostos tem os Gregos, benefícios sociais eram mais que muitos. Pois é meninos tudo isto se paga.. não pensem vocês que por algum motivo tem algum abono que ele cai do ar e do vento... não sai do bolso dos contribuintes... e há muitos que contribuem com muito e pouco retorno tem do Estado. 

Só o que descontei este mês para o Estado dava para ir de férias uma semana de papo para o ar e não fazer nada.... e o que recebo de volta do Estado, pouco muito pouco, mas tenho noção que aquilo que descontei serve para ajudar quem precisa e quem não precisa.. mas prefiro pensar em quem precisa. 

 

Expliquei-me como se fosse muito burra...

18124260_izN2U.jpeg

 Qual o drama, o escândalo que o ministro das finanças fez ao aceitar fotografar a sua casa?! 

Não vejo grande luxo a não ser o piano, vejo comida em cima de uma mesa... mas agora o homem por estar num país falído tem de comer pão com água todos os dias, ter uma mulher de bigode e cabelos brancos e a casa a cair aos pedaços. 

Como podem-no acusar de hipocrisia e falsidade para como o povo?! Então Portugal ide chorar baba e ranho a porta do Passos Coelho, porque a mulher dele não é de todo tão bonita como esta, mas anda muito bem vestida e arranjada... e isso é gozar comigo que não posso ir ao cabeleireiro todas as semanas, e comprar roupa nas lojas de luxo. Por isso Sr. Passos Coelho faça o favor de ter apenas 3 fatos e 4 camisas... e um só par de sapatos. E sua esposa que doe a roupa aos pobres e ande com roupa ali da Primark como todos os portugueses pode ser?

E o ministro grego que vergonha esse devia era sair da casa dele e dar a casa a alguém e ir comer a sopa dos pobres todos os dias para ver o que é bom....

 

Epa menos, gentinha mesquinha e invejosa... senão existir classe média e rica, não existe trabalho nem a economia avança, já pensaram quem tem maior poder de consumo assegura os vossos postos de trabalho?!

 

A foto retirei daqui e concordo totalmente com o autor do post.