Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Ai os Alemães precisam de ser relembrados

Todos sabem que eu não tenho grande pena do que está a acontecer na Grécia, quer dizer ainda ontem me caíram os queixos a hora de jantar quando ouço que uma das propostas era taxarem os artigos de luxo de 10% para 16% e fora o resto... e eu sai-me com um "Fod... que aqui ainda antes da troika entrar já pagávamos bué impostos e estes gajos não pagam quase impostos nenhuns e estes anos todos de crise ainda não aumentaram os impostos dos artigos de luxo pelo menos?!" 

Por isso sim os Gregos estavam habituados a pagar poucos impostos, a fugir deles também, mas a receber muito do estado, muitos benefícios sociais e já se sabe numa casa que sai muito dinheiro e pouco entra boa coisa não dá....

 

Mas odeio ouvir e ler as notícias da Sra. Merkel e não ficar revoltada, que não considera aliviar a dívida da Grécia com um perdão. Ora nisto eu já não concordo, os Alemães fizeram M***** da grossa com duas Guerras Mundiais e as suas dívidas foram perdoadas em 60% para evitar a queda da Europa e relançar a sua economia e ainda para mais em solidariedade com um povo que muito mal fez, mas o Mundo olhou e perdoou pois havia muita gente que não sabia que atrocidades eram cometidas pelos Nazis.... e muitos não tiveram sequer escolha, então o mundo decidiu perdoar e ajudar... 

E eu proponho algo semelhante, mas claro que isso deve de envolver um reestruturação da Grécia para daqui a 5 anos não voltarem ao mesmo... mas sem perdão de parte da dívida, não estou a ver como é que os Gregos vão se safar desta... até porque com as medidas propostas eles ficam a anos luz dos impostos que nós temos, e o corte nas despesas do Estado também está a anos luz da nossa...

Se eu concordo com os altos impostos que temos, não em parte não concordo, porque acho que falta cortar muito nos bolsos dos políticos e do próprio Governo, mas compreendo que sem impostos não podemos ter condições no Ensino, na Saúde, nas Reformas, na Segurança Social.... aliás os países com maior carga fiscal são os que tem maiores condições socais, os Gregos quiseram ter o melhor de dois mundos, baixos impostos e excelentes benefícios sociais, mas meus amores a Utopia é mesmo uma utopia não se iludem. 

Prioridades do país trocadas?

Bem hoje na rádio ouço a seguinte notícia -  Por forma a incentivar que os médicos trabalhem no interior o estado dará até 200 euros por dia em ajudas de custo caso o médico trabalhe a 60 km de distância entre serviços. 

 

Ora ou eu ouvi mal ou um médico pode ganhar mais 4400 de ordenado para ir fazer o seu trabalho, ok a saúde é essencial. Mas pera lá os professores não ficam mais km deslocados e nem direito tem ao combustível e portagens que gastam diariamente, já para não falar dos que tem de pagar duas casas?!

 

Então se bem entendi, teremos futuros jovens quase analfabetos mas com bons cuidados de saúde. Parece me muito bem sim senhor, depois queixam-se que o interior a taxa de escolaridade é muito baixa, que os resultados e desempenho escolar seja precário, claro um professor que ganha uma ninharia, vive longe da família (porque em vez de lá ficar mais de 5 anos seguido, só fica 1 e não pode levar a família as costas) só pode ser um professor muito motivado. 

Ah e médicos que aceitem a transferência para locais carenciados, recebem um subsidio mensal de 900€ e ajudas financeiras para transferência da escola dos filhos?! Epa menos, se ir viver para aldeia é mais barato que na cidade bora lá ainda dar mais dinheiro aos médicos... 

 

Eu sei que existem supostamente poucos médicos no público, mas acho estas medidas tão injustas porque existem milhares de professores sujeitos a estas condições e não tem mais um cêntimo ao final do mês por isso. 

Também conheço pessoas que fazem mais de 60 km por dia para irem trabalhar. Simplesmente porque na zona onde estão o desemprego é elevado. 

Passos Coelho

Isto do Passos Coelho ter dívidas a Segurança Social e todo o debate politico, leio a frase mais engraçada de todas. 

Qualquer candidato a primeiro-ministro deveria de verificar primeiro se não tem telhados de vidro.

 

Boa, assim acaba-se logo com a classe politica e pode ser que o país comece do zero.