Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Tag - Coisas que me dão nervos

A autora dos Fragmentos de uma vida Comum desafiou-me para uma TAG sobre coisas que me dão nervos, supostamente deveriam de ser tantas quanto a idade da minha avó, e isso é muita coisa...por isso vou só nomear algumas.

 

  1. Que o cobertor caia para um lado da cama
  2. Que os lençóis se desprendam dos pés da cama
  3. Amigos que não se preocupam connosco
  4. Falsidade
  5. Injustiça
  6. Violência contra animais
  7. Abandono de animais
  8. Maus tratos infantis e a idosos
  9. Violência doméstica
  10. Adolescentes com mania que são os melhores do mundo
  11. Pessoas que olham para as outras de cima para baixo.
  12. Pessoas a comer e a fazer barulho com a boca
  13. Um despertador que esta sempre a tocar
  14. Pessoas demorarem eternidades a acordar 
  15. Roupa suja espalhada no chão
  16. Panos a cheira a molhado
  17. Arrumar e limpar a casa e vir alguém sujar logo a seguir
  18. Um convidado não ter o cuidado com as coisas dos outros
  19. Oferecerem prendas decorativas todos os anos 
  20. Ficar com uma música na cabeça
  21. Birras da M
  22. Fazer comida e ela sair mal 
  23. A roupa ficar sempre melhor no manequim do que em mim. 
  24. Pessoas pessimistas
  25. Pessoas que se acomodam a vida e ao desemprego (literalmente que acham que os outros devem de encontrar o trabalho para elas).

TAG: Conhecendo novos blogs

Obrigada Catarina pelo desafio, aqui vai com muito atraso.

 

1. Qual o "porquê" do teu blog?

Surgiu como necessidade de desabafar e partilhar os desafios que tive e tenho aquando o diagnóstico da alergia da M e da doença misteriosa que ela tem ou teve.... na altura em que escrevi o blog a possível doença dela esta no início com os valores hepáticos muito elevados e com a descoberta que tínhamos de ir para Coimbra o mais depressa possível. 

 

02. Qual a melhor revelação que o teu blog te fez?

Ter seguidores, ter muitos destaques, pessoas dizerem que gostam do modo como escrevo, que sou despreocupada e sem tabus. Que me expresso melhor de forma escrita do que oral. 

 

03. O que fazes para trazer novos conteúdos para o blog?

Nada, preciso é de travão para não fazer tantos posts, e de pensar várias vezes para não escrever nada que possa ferir susceptibilidades de pessoas que me conhecem. 

 

04. O que gostarias de alcançar com o teu blog?

Ser como a Pipoca mais doce, lol não estou a gozar, que se matenha fiel a mim mesma... se o sucesso vier dele que eu saiba o gerir bem sem transformar este blog em algo desinteressante e cheio de publicidade. 

 

05. O que te leva a seguir um blog/página?

Sentir empatia e sentir que a pessoa é sincera e os post tem o seu punho pessoal.

 

06. Gostas mais de escrever ou de ser lida?

Adoro escrever, já quando sou lida sinto-me mais estranha principalmente quando o número de visualizações a determinado post ultrapassa os 5 mil.... faz-me logo sentir tipo o que 5 mil pessoas leram-me... aconteceu uma vez no post sobre o vídeo das raparigas a baterem no rapaz.

 

07. Qual foi a maior surpresa (boa ou má) que a vida adulta te trouxe?

O meu aborto espontâneo, pelo lado mau da vida, nunca pensamos que vai acontecer a nós e quando acontece é muito complicado de gerir e cada um digere da sua maneira, uns optam pelo silêncio outros como eu optam por falar com tudo e todos e encontrar ombros amigos a cada esquina. 

A supresa boa da vida, foi após o AE descobrir que estava grávida com 6 semanas de diferença entre uma gravidez e outra. 

 

 08. Qual é a tua maior paixão na vida?

A minha filha, e o meu marido. 

 

 09. Qual o hábito diário do qual não prescindes?

Ler, seja jornais, seja blogues, seja livros... não consigo deixar de ler diariamente.

 

10. Se pudesses viajar no tempo, escolhias ir para o passado ou para o futuro? Porquê?

Para o futuro nunca, porque iria ficar obsecada com o que iria acontecer. Para o passado, para me controlar em situações que me descontrolei emocionalmente e que prejudiquei pessoas de quem me gostava muito. 

 

Bem as perguntas seram as mesmas e só vou nomear um única pessoa a minha querida M&M