Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Ante estreia da Família Bélier

Euzinha ganhei um convite duplo para ir a ante estreia da Família Bélier. Não, não fui convidada a ir, ainda não sou uma blogger famosa. 

Ainda estive para não ir, avisaram a hora do almoço de ontem para ver o filme as 21:30 desse mesmo dia. Senão tivesse uma pequena mini-me em casa tudo bem. Tendo tornou tudo um pouco mais complicado para mim...o B ficou com ela em casa, sim o meu maridão espectacular não se importou nada, só ficou com invejite aguda.... mas o pior foi arranjar quem fosse comigo. Não sou assim tão popular quanto isso, mas uma colega do trabalho foi comigo :D. 

 

As ante-estreias não são glamorosas como nós pensamos amores, é tal como ir ao cinema, mas temos o bilhete de borla e vamos a uma sessão onde só com convite é que se pode entrar. Foi o único minuto onde nos sentimos VIP´s. 

 

Agora quanto ao filme, vão mesmo ver... não sou muito dada a filmes franceses, mas estes tem vindo me surpreender. Como não tem a superprodução de Hollywood são mais fieis a realidade, nada de raparigas super produzidas e sem um único fio de cabelo desalinhado. 

Adorei a história, está muito bem contada, fala sobre o dilema de todos os jovens quererem sair das asas dos pais e voar. Neste caso a dificuldade e o dilema da adolescente é pior porque toda a sua família é surda muda e habituaram-se a viver com ela a traduzir tudo. Tem vários momentos absolutamente cómicos de nos fazer chorar a rir e momentos de chorar de tristeza e outros de chorar de felicidade. 

Valeu a pena deixar os meus mais que tudo por este filme. E claro soube muito bem ter aquelas horas só para mim . Agora falta o pai sair também assim. Já saiu muitas vezes claro mas para saídas com amigos de trabalho ou eventos de convivo de trabalho. 

 

 

P.S-  O filme é tão bom que fiquei acordei com a música da banda sonora na cabeça, e eu que não gosto de músicas francesas lol

 

Só comigo

Devo ter o sistema imunitário de um bebé só pode, agora tou constipada, sinto como se um tractor me tivesse passado por cima.... 

A M dormiu melhor esta noite apesar de acordar as 5 da manhã, mas pelo menos não andou a noite toda acordada, também não demos mais atarax... acho que a rapariga reage mal a este. 

Apesar de me sentir um caco, hoje vou ao cinema nem que a amanhã me arrependa, não é todos os dias que temos babysitter.... 

50 sombras de Grey

Ok, não li o livro, tive curiosidade mas assim que me disseram que esta muito mal escrito desisti. E de facto não gostei de todo o alarido que se fez a um livro com tão más criticas por parte de quem lê regularmente. Por isso não desperdicei dinheiro neles, porque os livros são caros, e a minha lista de compras é enorme em termos de livros que realmente quero ler. 

Por esse motivo não faço críticas ao livro, nem as pessoas que lêem, quem sou eu para fazer juízos de valor?! 

Quanto ao ver o filme, lamento tenho muitos filmes interessantes para ver e as oportunidades raras de poder ir ao cinema são para aproveitar e não para ver um filme que se vê muito bem em casa. 

Por isso este sábado vou ter os meus pais em casa e eu e o senhor esposo vamos ao cinema e devemos de ter a sala só para nós... e por falar nisso vou ver o que esta a dar no cinema sem ser o Mr. Grey e a Anastasia com cara de sonsa...(porque é que tem sempre cara de sonsas?!)

 

P.S - Também não sou da opinião que o livro é uma afronta aos direitos da mulher, que é uma forma de violência doméstica e afins. Não li os livros, mas pelo que me contaram deles, a sonsa é tudo menos sonsinha e sabe bem no que se meteu e que consentiu numa relação assim... e não acho que tenha sido manipulada psicologicamente, como fazem crer as defensoras de aquilo é uma forma de violência doméstica e escravidão da mulher. Epa a maioria das relações sado maso, trazem prazer mutuo ao casal... e muitas vezes é o homem que gosta de levar o tau tau e que lhe chamem nomes, então ai já não é violência doméstica?! Sejam coerentes por favor e não confundam, a problemática da violência doméstica, das relações possessivas que acabam geralmente mal... com uma relação de sadomasoquismo. No primeiro caso a mulher não sabe onde se meteu e quando se apercebe já foi completamente aniquilada como ser humano... na segunda a relação pressupõem que seja consentida, que a mulher e o homem sabiam o que querem e se aceitam ou não os fetiches do outro... 

images.jpg