Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Prioridades do país trocadas?

Bem hoje na rádio ouço a seguinte notícia -  Por forma a incentivar que os médicos trabalhem no interior o estado dará até 200 euros por dia em ajudas de custo caso o médico trabalhe a 60 km de distância entre serviços. 

 

Ora ou eu ouvi mal ou um médico pode ganhar mais 4400 de ordenado para ir fazer o seu trabalho, ok a saúde é essencial. Mas pera lá os professores não ficam mais km deslocados e nem direito tem ao combustível e portagens que gastam diariamente, já para não falar dos que tem de pagar duas casas?!

 

Então se bem entendi, teremos futuros jovens quase analfabetos mas com bons cuidados de saúde. Parece me muito bem sim senhor, depois queixam-se que o interior a taxa de escolaridade é muito baixa, que os resultados e desempenho escolar seja precário, claro um professor que ganha uma ninharia, vive longe da família (porque em vez de lá ficar mais de 5 anos seguido, só fica 1 e não pode levar a família as costas) só pode ser um professor muito motivado. 

Ah e médicos que aceitem a transferência para locais carenciados, recebem um subsidio mensal de 900€ e ajudas financeiras para transferência da escola dos filhos?! Epa menos, se ir viver para aldeia é mais barato que na cidade bora lá ainda dar mais dinheiro aos médicos... 

 

Eu sei que existem supostamente poucos médicos no público, mas acho estas medidas tão injustas porque existem milhares de professores sujeitos a estas condições e não tem mais um cêntimo ao final do mês por isso. 

Também conheço pessoas que fazem mais de 60 km por dia para irem trabalhar. Simplesmente porque na zona onde estão o desemprego é elevado.