Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Dia 2 de Agosto

A M decide começar a falar mais. 

De manhã o pai ficou com ela e eu dormitei mais uma hora, depois trocamos geralmente e assim sempre descansamos os dois um pouco. 

Sentei-me com ela na varanda, e comecei a dizer diz vovô, diz tia, diz vovó... e ela nada... até que me lembro de dizer chama o papá...e ela diz papá... e eu vou chama a vovó e ela diz :D e por ai fora, alguns dizia mal mas tentava sempre dizer. Descobri que sabe dizer muito bem o nome da antiga educadora dela preferida a M que tem o mesmo nome que avó paterna. Sabe dizer muito bem o nome da auxiliar V da sala dela. O nome da educadora não o diz correctamente. 

Em relação ao tita desconfiamos que seja bonita ou que seja a forma como ela se refere a ela própria. Isto porque ela sentou-se no seu triciclo novo e disse tita... e nós perguntamos tita quer dizer bonita e ela disse que sim... 

Mais tarde ao lanche diz o mesmo quando perguntamos como se chamava e ela disse tita... dizemos para ela dizer M ou chamar M e não sai tita... dizemos bonita e ela não diz tita...tenta dizer o bonita. 

Por isso ficamos na dúvida do que será o tita...

 

De qualquer forma continua com a sua vergonha porque ela diz estas coisas todas para os pais... os Avós maternos foram lá a casa e ela disse baixinho vovó e o meu pai ouviu...chamei a minha mãe e ela já não disse nada. Fomos a casa da tia... e já não disse tia... a tia vira costas e ela diz tia. 

 

P.S - Ver se consigo tirar foto ao meu almoço, ontem fiz uma lasanha sem sujar uma panela ou bimby :D um receita rápida sem tempo de preparação no fogão. Ideal para as férias.

Keep Calm

Antes de ser mãe tinha a ideia pré concebida que o desfralde se fazia aos 2 anos e meio / 3 anos. Mesmo com uma filha de 15 meses quando a minha irmã me comenta que os gémeos em casa da avó tinham feito uns xixis no bacio mas que achava muito cedo. Eu também concordei. Mas quem me conhece já sabe que eu sou toda de planeamento e ler, e comecei a ler e a ver que afinal existem bebés ou seres pequenitos que aos 18 meses já mostram a iniciativa de ir ao W.C.

E eu pensei ok tudo bem e fiquei a conhecer os sinais de quando é que o nosso mais pequeno já se sente preparado. 

Não esperava que a minha filha com 18 meses vi-se a melhor amiga dela ir ao penico e em casa ela começa a bater na fralda e a dizer algo como cocó.... e eu fiquei parva a olhar para ela, nem um penico tinha em casa. Na creche assim que me via batia na fralda e tentava ir para a casa de banho, tentei sentar uma vez lá mas logo se levantou sem fazer nada. Mas quando passou num baptizado de uns amigos a bater na fralda e a tentar dizer cocó (e tive várias testemunhas) e ir ao fraldário ver se ela tinha cocó e a fralda seca sem pingo de xixi, até que coitada não aguentou mais e acabou por fazer mas manteve a fralda seca durante mais de duas horas e sempre a pedir-me. Pronto no dia seguinte o pai comprou um penico básico branco (já descobri que a escolha foi certa) e eu com uns autocolantes da pepa pedi a M para o decorar, tornando o processo divertido. 

Depois sentei-a lá com as calças vestidas e disse pronto é para fazer o xixi e cocó, pedes a mamã e ele esta aqui na casa de banho (já tinha lido que o local certo é mesmo a casa de banho e não na sala ou noutra divisão). Ela passado uns minutos lá me pede e lá fez, dois dias seguidos fez o xixi sem dramas. Claro que houve uma altura em que pedia e nem segundos lá ficava. Depois comprei um redutor no ikea porque ela ficava marcada com o bacio e não seria muito confortável ela se sentar.... adorou o redutor e ficou sentada muito tempo a pedido dela e fez pela primeira vez um cocó e um xixi no dia seguinte. 

Ontem pediu para fazer no penico e fez xixi. Na creche nada de pedir, tive uma conserva com a educadora e ela disse que ela lá não pede portanto não vão ser eles a começar o desfralde, mas para manter o treino em casa já que é em casa que ela se sente segura e ao contrário do que os pais acham o desfralde não deve de ser iniciativa da escola mas sim da criança e dos pais. Aliás ela frisou mesmo para não ignorarmos os pedidos da M porque pode atrasar o desfralde mais tarde, porque se a ignoramos ela depois perde o interesse que demonstra agora. 

Então quando soube do livro "Acabar com as fraldas e com o chichi na cama" da Olga Reis, fui logo comprar e confirmei o que já sabia de intuição a M esta preparada para usar cuecas e claro que vai haver acidentes. 

O que não estava a espera é que ao postar no facebook a foto do livro e um comentário meu dizer "Próxima etapa" que logo no mesmo segundo tivesse mães de filhos mais velhos ou da mesma idade a dizer para eu ir com calma ou que consideravam cedo, mas tudo com smiley faces para ser peace and love. 

Mas que mania é esta das mães que por acharem que os delas ainda não fazem logo é cedo para as outras?! Acham mesmo que eu estou a ralhar e a forçar a minha filha a ir a Sanita! Então eu né lol... 

Cada criança tem o seu tempo, a maioria dos bebés começa a andar e mal aos 12 meses, a M começou aos 10 meses e aos 12 andava super bem. A maioria dos bebés e crianças só demonstra vontade e muitas nem demonstram vontade de ir ao penico muito depois dos 2 anos, a minha foi aos 18 meses. Algumas crianças da idade da M tem um vocabulário e sabem conversar e até contar até 5 que me deixam parva, mas longe de mim achar que as mães delas são máquinas de pressão e que passam o dia a recitar o dicionário e a contar até 10 sem parar. 

Este povo adora opinar, se faz muito cedo dizem ai é muito cedo para andar, para tirar a fralda, para dormir sozinha no quarto (2 meses e meio). Se por acaso na fala não se demonstra tão avançada, é só ouvir que a minha M esta atrasada e que devia puxar mais por ela. 

Gente entendam-se ok... os bebés não nascem com um manual e o que é regra para um não é para outro, senão era tudo muito fácil ia-se a página do manual dos 20 meses e já sabia o que tinha de fazer com a M boa lol. 

Confesso que já fui mãe paranóica, mãe que acha que sabe tudo, mas desde a possível doença da M e desde que vi um vlog britânico em que os pais dão tudo a um bebé de 6/7 meses e isso é normal por lá não há a introdução gradual como cá... que eu descontrai e vi que é tudo uma questão cultural e não uma competição. 

transferir (1).jpg

 

Ao longo do desfralde vou fazendo aqui uns updates e claro depois de fazer o desfralde dela irei fazer um post sobre as dicas e sinais para iniciar o desfralde, e podem se admirar os sinais que eles estão preparados não é o pedirem... segundo a autora se esperarem que a maioria das crianças peça vão ter muito que esperar :P só algumas o fazem.  

 

Momentos da M

Hoje quando fui ter contigo ao quarto e o papa estava a mudar a fralda, viras-te para mim e disseste para aqui, apontado para o cabelo. E eu pergunto queres um laço no cabelo e dizes que sim com a cabeça. 

Depois não me deixavas pentear e eu pergunto então não queres por o laço e dizes que sim e apontas para o cabelo. 

Estas a ficar uma vaidosa linda 

Momentos da M e novas aquisições.

Mãe que é Mãe sabe que a decoração da sala muda completamente quando se tem um filho, nos primeiros meses é espreguiçadeira do bebé a mão, a alcofa, fraldas de pano em cima do sofá para limpar aquele bolsado rapidamente. Biberões e chuchas... depois a medida que vai crescendo, entram os brinquedos, os tapetes de actividade, tira-se a alcatifa para os ajudar a gatinhar e como a alcatifa é complicada de limpar assim evitam comer porcarias. Depois entra o parque para ter os brinquedos e o bebé enquanto a mãe precisa de fazer alguma coisa rapidamente, já que aquele bebé durante o dia passa muito do seu tempo acordado e a exigir atenção. 

E pronto eu tinha parado a muito no tempo com o parque só a servir de parque para brinquedos, a M entrava agarrava no que queria e espalhava tudo... e toca a arrumar de novo. 

Mas decidi que já era tempo de ter uma sala minimamente apresentável e para todos... então fui ao ikea e comprei um móvel específico para crianças pequeno e acessível em termos de preço e tamanho para eles. Desmontei o parque e arrumei tudo o que era brinquedo e separei os que ela já não brinca. 

A M tem um sistema semelhante na creche e lá as regras são um brinquedo de cada vez, e quando quer outro arruma um e tira o outro. O que eu não esperava era assim que ela viu os brinquedos arrumados, fazer exactamente o que faz na creche. E para além disso passou a brincar com alguns brinquedos que já não brincava, lá está longe da vista longe do coração. Agora organizado ela consegue abrindo as gavetas ver o que tem. 

Outra coisa que notei era que os legos antes arrumados em caixas de arrumação eram logo virados ao contrário e as peças perdiam-se por todo o lado. Agora nestas gavetas ela tira peça a peça. 

Vamos ver se continua assim... e se os pais continuam a exigir que as regras da creche sejam feitas em casa, que este é o ponto essencial em manter os brinquedos organizados. 

0116565_PE271161_S3.JPG

Momento fofo da baby M...com 20 meses... estava a beber café na esplanada da praia, e digo ao B vamos embora e ele diz falta pagar, eu acabo por pagar com uma nota, mas a M agarra na carteira do B tira o cartão do ikea (lol) e vai ao senhor e entra-lhe para pagar a conta. O que nos rimos com ela. São mesmo umas esponjas que veêm tudo o que fazemos. Já sabe que os cartões que temos na carteira servem para pagar. 

Começa cedo

No domingo a tarde, M em casa com o pai e diz qualquer coisa e ouço o pai a dizer é este e ela não... vou tentar decifrar o que ela quer e pergunto o que queres e ela Mãe Mana... eu Mana mas tu não tens Mana filha... e ela aponta para o parque onde estão todos os brinquedos e diz Mana... lá o pai descobre que Mana é o bebé dela que chora e diz mamã e papá... 

Ou das duas uma, nos está a pedir uma mana... ou então no imaginário dela ainda não pode ter filhos então o bebé só pode ser a sua mana :D

 

P.S - Quando a M foi agora visitar o filho de uns amigos nossos, que tem 15 dias de vida (autorizado pela pediatra de ambos) ela adorou estar com ele e pedia para eu o pegar e queria dar-lhe bolachas e brinquedos (melhor reacção que a uns meses quando disse o primeiro não, quando eu peguei noutro bebé). Num dos momentos que o bebé estava na espreguiçadeira ela aponta para a mãe do bebe e para o bebé como quem diz é teu... :D não faço ideia de como soube mas fiquei muito babada.... e pronto agora nem uma semana após o ver começa a dizer Mana lol...