Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Os filhos dos outros

Uma coisa que reparo desde que sou mãe.

 

Os filhos dos outros, são sempre mais mal educados, mais birrentos, mais irrequietos. Ainda usam chucha, ainda usam fralda, não fazem isto, não comem aquilo.

Geralmente quem diz isto nem tem filhos, mas adora mandar postas de pescada, mas depois quando são pais fazem exactamente os mesmos erros que os outros pais, porque os nossos filhos são sempre mais pequeninos, que coitados são tão pequenos que ainda dormem com os pais, não importa que os filhos dos outros fossem para o quarto deles com menos de 6 meses. Isso é porque o filho dos outros não é o nosso filho pequenino. O nosso filho pequenino usa chucha coitado e ai de quem lhe a tire... não importa nada que esse mesmo pai ao filho dos outros esteja sempre a dizer mais ainda usa chucha, ou tira a chucha, mesmo que o bebé dos outros ainda tenha meses.

 

Depois existe aqueles pais, que exibem os filhos a força toda, o meu Zé Manel já conta até 10 e ainda só tem 1 ano... já fala pelos cotovelos, e o Zé Manel a meses que anda, e dizem isto quando a nossa filha começa a andar com 10 meses, mas a diferença é que o Zé Manel começou a andar depois de um ano, mas isso não interessa nada por o Zé Manel é tão melhor que os outros, é sempre o melhor.

 

Sim sei o que é ter orgulho na minha filha, e sei que para mim a minha filha é a mais perfeita, mas tento por um travão em mim, quando eu digo sim a M aos dez meses já anda, e aos 8 meses andava agarrada a tudo... e sim a M deixou a fralda aos 2 anos e a tutu pouco tempo depois.

Tento sempre por um travão porque a M começou a falar depois de muitos meninos da idade dela, e sei o que eu ouvia, com o Zé Manel já sabe as cores, as formas, e conta até dez... e a sua não.

 

No fundo, no fundo, somos todos pais e todos nós fazemos o melhor com aquilo que temos.... e nenhuma criança é igual a outra criança.

2 comentários

Comentar post