Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

O porquê do meu mood de ontem

E de hoje, e de alguns dias pela frente.... porque ontem recebi a notícia de que a M terá mesmo de fazer a biopsia ao fígado, as análises que fez não levaram a nenhuma conclusão e como tal o próximo passo é o da biopsia, na tentativa de conseguir descobrir o que se passa no fígado. 

O porque do meu mood se já sabia que isto podia acontecer, porque há uma grande diferença entre o saber que pode acontecer e o acontecer, porque como pais não conseguimos deixar de estar frustrados como é que nos dias que correm é preciso tanto tempo e tantos exames a procura de uma possível doença. 

Porque não nos é dada certezas de nada, porque não compreendemos totalmente o que se passa, porque não sou médica e apesar de ser da área da saúde muito do que é atirado ao ar eu entendo mas depois não sei explicar a pediatra do porquê estarem a pensar em doença X ou Y. 

Ontem cai ao chão, hoje já me estou a erguer, porque fui buscar forças ao Pai e Mãe da Francisca (a menina que falei que foi transplantada antes do seu primeiro aniversário, que viveu praticamente no hospital até ao transplante). Porque me tranquilizaram e disseram que é o melhor para a M, que os médicos são muito bons, que eles sabem o que fazem, que é um procedimento relativamente simples, que a M não vai nem saber o que aconteceu porque é com anestesia geral, vai ser por o cateter do soro (que já levou) e pronto adormece e depois acorda e fica mais umas horas em observação.... claro que a vou ver a chorar, que vai andar como anda sempre que perguntamos onde tem doi doi e aponta para os braços.... mesmo que não se pergunte nada, ela aponta para os braços a fazer queixinhas e eu digo que agora já não há doi-doi.... 

Claro que cada vez vai ser mais difícil para ela ir aos médicos, notou-se pela última ida a pediatra, que nunca lhe fez maldades, foi um berreiro de assustar, mas a médica diz que é natural e até estranhou demorar tanto tempo para ela associar os médicos as picas.... 

Mas pronto quis o destino que fosse mãe de uma menina especial, por isso arregaço as mangas e vou a luta... e faço de tudo para que ela seja feliz. E claro agarro-me a ideia de que por enquanto ela está assintomática o que indica que o quer que seja ainda está numa fase muito inicial, altura ideal para intervir....