Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Coisas que me fazem confusão

1 - Baptizarem os filhos só porque sim, não fazendo intenção de os por na catequese, nem frequentam a missa.

2 - Pessoas que baptizam os filhos porque se dizem crentes mas depois nunca vão a missa com os filhos nem os põem na catequese. 

 

Mas o grupo número dois critica o grupo número 1.

 

Para mim são ambos uns grandes hipócritas, não existe cá ser católico mas não praticante, mas que raio é isso é só acreditar para quando é bonito (festas) mas depois para o que supostamente é obrigatório ou um dever moral de quem é católico já dizem que não praticam a fé?! 

 

Eu cá sou assim ou acreditam a 100% e cumprem com as normas da igreja, e isso incluí ir a missa e fazer a confissão. Ou então não se chamem de católicos não praticantes ou todos os outros nomes que inventam. Para mim isso é um desrespeito a religião seja ela qual for. 

 

Por esse motivo que apesar de ser baptizada e só me faltar o crisma, mas por não me enquadrar na Igreja Católica e nas suas normas que não baptizo a minha filha a não ser que ela queira (mas ai saberá que terá de fazer catequese e ir a missa). Não casei pela Igreja e quando falecer também não quero missa. 

Porque se me casa-se pela Igreja só para agradar a família do B e a parte da minha família estaria a ser hipócrita para com uma religião. 

 

Sim eu sei que me podia casar sem participar no Sacramento em si, mas o meu marido na altura nem se esforçou para procurar um Igreja e um padre que aceita-se fazer o matrimónio. 

 

Pior é saber de pessoas que vão fazer o Crisma (eu não o fiz porque tinha já idade suficiente para o recusar, até lá fui obrigada pela mãe) em adultos para poder ser padrinhos de uma criança, mas não fazem intenções de ir a missa... eu pergunto mas tu sabes que vais responder Sim Creio e vais fazer um Juramento de Guiar a vida da Criança na Fé Cristã?! Tens ideia que isso é dizeres que sim, que vais guiar o teu afilhado na fé, no ir a missa, na catequese e afins... Há não quer dizer nada disso, quer simplesmente dizer que vamos ensinar os mandamentos e afins...

 

Aparentemente a muita gente que acha que a Religião Católica é somente cumprir com os 10 mandamentos e em momentos de aflição prometer a Virgem Maria e a Deus que vai fazer isto e aquilo e aquele outro.

 

P.S - Desculpem lá se ofendi alguém, é a minha opinião, eu respeito sim as pessoas que se enquadrem neste cenário mas é algo que me faz imensa confusão é...

 

E sim se alguém me convidar para Madrinha a pergunta será para Baptismo, se a resposta for sim eu digo arranja outra mas aceito ser Madrinha para a vida, o que é para mim Madrinha para a vida, alguém que trate os nossos filhos como se fossem deles próprios, que esteja presente quando os pais precisam de ir a algum lado.. Que seja amigo e companheiro do filho. O que é ser Madrinha de Baptismo é tudo o que referi acima com a agravante de o ter de acompanhar na sua vida cristã. 

2 comentários

Comentar post