Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

A trilogia do século

transferir (2).jpg

Finalmente acabei o livro "the edge of eternity" do Ken Follett e digo finalmente não no mau sentido, apenas que decerto que muitos de vós já leu o livro.

E eu fui das primeiras em Portugal a receber o livro porque comprei na versão Inglesa e no Kindle da Amazon que permite adquirir o livro em pré-venda. O Ken Follett lançou o livro em papel no mesmo dia em todo o mundo mas para quem tinha o adquirido em versão digital deu uma prenda, uns dias antes recebemos um mail a dizer que íamos receber o livro 3 dias antes :D. E sim isto foi em Setembro e estamos em Fevereiro de 2015. Não o livro é gigante mas não demorei esse tempo a ler o livro.

Eu é que tenho uma pequena mania de quando os livros fazem parte de uma colecção ou história eu leio sempre os anteriores antes de ler o novo.

Para quem não sabe ou conhece Ken Follett na trilogia do século mostra 5 famílias de 5 nacionalidades diferentes durante 3 gerações. Personagens que se cruzam em momentos da vida deles. Uma história fictícia das personagens que nos agarram no enredo onde a História real se mistura tão bem. 

Leva-nos pela primeira Guerra mundial, pela segunda Guerra mundial e por fim pela Guerra Fria, a luta pelos direitos dos negros na América, pelo combate a União Soviética e o Comunismo ditador e por fim a queda do muro de Berlim. 

Não nos poupa a pormenores honrosos cometidos nas Guerras, pelas violações, pelas torturas, pelas duras verdades da corrupção na América, pelas atrocidades cometidas pela União Soviética. Para o que o povo Alemão (existiu sempre quem lutou contra) sofreu também na pele dos Nazis e depois na pele da União Soviética. A certas alturas que estou a ler com lágrimas nos olhos e com o estômago enrolado.

Os três livros são bons, muito bons, reais, a escrita de Ken Follett consegue mesmo nos levar e transportar pela história. Daqueles livros que pegamos e não queremos largar, daqueles livros que quando terminamos nos sentimos órfãos. Criamos um elo tão grande com as personagens que quando terminamos pensamos e agora... 

E fica um vazio... e só de pensar em ler outro livro nos desmotiva logo, porque nenhum será tão bom como este. 

 

E o que eu faço quando isto me acontece obrigo me a ler um livro mau ou daqueles que ok lê-se... porque se pega-se noutro escritor bom, provavelmente não iria gostar tanto porque me sinto tão ligada ainda a história contada nos livros anteriores. 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.