Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Crescem tão rápido

Quando estava grávida se me falassem que a M, aos 2 anos e meio não iria usar chucha, nem biberão, nem fralda (só a noite) e que já iria saber se vestir e secar.... eu diria que só podia estar a gozar comigo. 

Mas não a M desde que fez o desfralde, é ver a falar cada vez mais, e para nossa surpresa esta super independente. 

Há alguns dias que começou a ir a casa de banho sozinha, não quer que entremos, e faz tudo sozinha, lá vamos perguntado se fez isto ou aquilo e ela se não fez vai fazer. A dois dias que sai do banho e seca-se sozinha, fiquei parva e com uma nostalgia, a minha menina não quer ajuda para se secar e seca-se tão bem ou melhor que alguns miúdos que já vi de 8 anos na piscina.

Depois ontem exigiu que o pai espera-se por ela na sala enquanto se vestia sozinha, pediu ajuda quando viu que a cueca fralda da noite não saia.... Ontem a noite, vestiu-se sozinha, só precisou de ajuda a por as coisas do lado certo, ou seja se eu lhe der a roupa voltada para o lado certo ela veste sozinha. Já a uns meses que se calça sozinha sem trocar os pés e não precisa de fazer nenhum truque para os distinguir. 

Sim a minha M pode ainda não saber contar, pode ainda não falar tanto.... mas todos me dizem que parece ter mais de 3 anos de tão independente e senhora de si que aparenta. 

Geralmente de vez em quando lá na escola os pais de outros meninos perguntam, mas que idade tem mesmo a M e eu digo vai fazer dois anos e meio.... ai não pode.... E eu penso não pode mesmo, ela está a crescer muito depressa... e agora compreendo aquelas mães que insistem em fazer tudo pelos filhos.... mas sei que o melhor para a M é ter confiança e autonomia e que isso é muito importante para a sua auto-estima e futuramente para o seu sucesso escolar. 

Como o Dr. Mário Cordeiro diz, se uma criança for autónoma em casa, no vestir, comer e desempenhar pequenas tarefas em casa, será mais confiante que consegue ser bem sucedida na escola. 

A M inspectora de beijinhos

Hoje de manhã ao sair para o trabalho, dou beijo a cria que estava na sala a espera do pequeno-almoço e vou me despedir do pai que estava na cozinha, a saída lanço um beijo no ar e a M diz:

-"Mãe, beijinho o pai".

 

Como não me viu a dar beijinho ao pai, lembrou-me logo. E faz isto sempre que não nos vê a despedir :D

Melhor do fim-de-semana

A M depois de ver os primos da idade dela fazerem xixi em pé, tenta fazer xixi em pé duas vezes.... acho que baralhei a cabeça a pequena lol.... Lá tive eu a explicar a diferença entre meninas e meninos, mas acho que ela ficou desiludida, deixa lá filha conseguimos fazer mais coisas que eles não.

Novidades

Não estou desaparecida não, tive em congresso e basicamente a vontade ao final do dia de ligar o computador era completamente nula.

 

Quanto a M, com 2 anos e 3 meses a fruta preferida dela do momento é maçã, mas maçã a dentada, sem ser descascada nem cortada. E é tão giro ver ela a dizer maçã e fazer o gesto de dentada para que nós percebamos que não é para cortar.

Ontem foi para a creche com uma maçã na mão.

Esta cada vez mais comunicativa e engraçada :D.... claro que as birras ainda não se foram mas havemos de lá chegar  e depois vem outros problemas :P

M a idependente

Ontem mais uma vez houve festa na creche e para além do bolo, agora esta na moda de dar saco de doces, eu também o fiz confesso.

A M toda contente mostra o que recebeu, e quer logo abrir, aviso logo que terá de dividir com os amigos no parque, e ela nada ralada.... abro e ela tira a caixa de smarties... eu seguro na caixa para lhe ir dando os ditos e ela faz birra que quer ser ela a comer sozinha, eu digo logo olha se cai ao chão acabou-se não há chocolates para a M, tens a certeza que não queres ajuda. Isto a auxiliar a assistir. Ela diz que não agarra na caixa e começa a por os dedinhos e a tirar um smartie de cada vez, com um sorriso de malandrice e triunfo, como quem diz vês Mãe existe uma maneira de os tirar sem fazer cair.

A auxiliar desmancha-se a rir e diz - Sabem na toda, sabem na toda....

O adeus a tutu....

Ontem fomos a quinta pedagógica dos Olivais, com  a melhor amiga da creche da M. Quando desceu ao carro não levava a tutu, logo vimos que a tínhamos de a ir buscar porque começou logo a chorar e a pedir a dita.

Sempre muito agarrada a tutu, só me deu quando eu disse que para ir ter com a amiga não podia a levar na boca.

Nessa mesma quinta existe uma árvore com chuchas, os miúdos deixam as chuchas lá penduradas quando fazem o desmame. Eu mostrei a M e perguntei se queria deixar a tutu dela a árvore. Ela responde logo que sim, mas mete a chucha a boca. Pensei ainda não é desta. Bem lá vimos os animais com a amiga, e na volta a mesma árvore, perguntamos as duas se queriam deixar lá as tutus, a M diz que sim (eu já tinha dito ao B que se ela deixa-se a tutu que íamos manter firmes)... os pais da outra menina traziam duas chuchas e a menina pede a chucha velha e vão lá as duas (está filmado) deixar a chucha aos pés da árvore (aqui até eu fiquei com pena da tutu ali no chão)...elas voltam para nós fazemos uma super festa... a M vai para o colo do pai e começa a ficar agitada a querer ir para o chão, e eu desligo a máquina a pensar ui vai buscar a dita....Não foi dar um abraço a amiga de felicidade.

Quando íamos a sair a amiga da M desata a chorar porque se apercebeu que a chucha ficava lá, e os pais dão logo outra chucha na hora... e eu já a imaginar a M a imitar a amiga, mas lá a distraio e digo vamos comer um chocolate por deixares a tutu nas árvores da tutu... e pronto pacífico.

A amiga ainda tentou lhe dar a chucha dela, mas eu disse a M não e ela tutu e eu então ou tens tutu ou chocolate... e ela disse chocolates (mais gulosa não existe).

Fomos para o carro, o primeiro grande teste, ela cheia de sono e nos a prever choradeira pela dita. Não fez birra para ir para o carro, porque não queira vir embora, pediu a tutu... e eu digo que ela tinha dado a tutu a árvore das tutus e que a fada da tutu logo a noite ia dar uma prenda por ela ser linda e crescida.

Foi o caminho calma sem pedir, segundo teste hora da sesta, pediu a tutu e disse-lhe o mesmo.... mas demorou eternidades a adormecer e acabou por adormecer no meio dos pais.

Saímos depois da sesta para o shopping e não pediu uma única vez, chegou a hora de dormir e eu a pensar ui é a agora, pediu uma vez... eu digo o mesmo.... ela diz a mini - "Mimi, M tutu na avore" e depois para o desenho do poh que tem na parede - "poh a M não tutu".

A noite foi mais agitada, mas ela teve um pico de febre ontem a noite, hoje já não tinha nada (dormiu bem na cama dela).

Hoje acordou com a prenda da fada da tutu na cama e alegria dela e segurou na prenda e disse tutu... e nós dissemos sim a fada da tutu deu-te uma prenda por dares-lhe a tutu.

 

E sim acho que inventei uma fada da tutu, mas olha resultou...

Momentos fofos da M

Ontem chego a casa e vou logo tirar as calças do demo que comprei nos saldos... não são nada confortáveis e não é por estarem apertadas.

A M vai atrás de mim e vê-me a despir e vai buscar as calças do meu pijama e diz "toma mamã" e depois de vestir as calças vai buscar a parte de cima.

Um amor de filha, como sabia que eu queria mesmo vestir o pijama?! Ai que crescem tão depressa.

Já sabe fingir?

Ontem depois da sopa, a meio do segundo, começa a chamar por mim...estava a cozinhar e o pai a dar-lhe o jantar... vem ter comigo a cozinha na brincadeira e do nada põem-se num pranto enorme de dores e que tinha doi doi, e nós onde e ela aponta para a barriga e eu pergunto doi-te a barriga, ela sim... lá fomos ver se ela tinha batido em algum lado... nada... levo para a sala ao meu colo, fica no miminho comigo, passou a dor de barriga... fomos jantar e comeu a massa, o dela era peixe que tinha sobrado como ela estava com fome comeu primeiro.

Ficamos aflitos inicialmente uma dor enorme no abdómen para uma criança pode ser banal, mas para nós começamos logo a pensar bolas já não toma o medicamento há uns 4 meses, será que voltou ao mesmo?!

Mas como do nada ficou bem ficamos naquela, mas será que consegue fingir assim tão bem com lágrimas enormes?! Até se encolhia e tudo...raios dos miúdos...

Por onde andaste Niki

Simples fui a pediatra e a M esta com infecção respiratória e a antibiótico, então fiquei em casa com ela na quarta-feira.

Fizemos bolachas para dar aos amigos da creche para a festa de Natal, chegou a um ponto que eu já estava arrependida de fazer as bolachas sozinha com ela... então havia plasticina por todo o lado porque depois de fazer a massa das bolachas a dita teve de ir para o frigorifico ver se solidificava mais um pouco. Li mal a receita e aquilo dizia deixar no frigorifico de um dia para o outro e eu não tinha esse tempo. Então baixei a temperatura do dito e fui por a M a brincar com plasticina... quando achei que já era altura de ir moldar as bolachas, noto que a massa colava-se a todo o lado... então toca a por farinha e tentar salvar a situação, o stress ao rubro já..a M chega a minha beira com plasticina vermelha colada no ohoh, um concelho não comprei plasticina da imaginarium.  Ponho o ohoh na máquina e vou com ela a sala e vejo a mesa toda cheia de plasticina vermelha, como aquilo é muito mas muito mole cola-se a todo o lado, vou buscar farinha e tento resolver o problema mas a M dá numa de querer ser ela a mexer na plasticina e na farinha.... resultado deu birra porque lhe tive de tirar a plasticina das mãos a força porque se mole já estava então ficou tipo massa de pão colada as mãos dela.

Respirei fundo e fui de novo para a saga das bolachas, lá consegui acertar na massa e chamei a M, lavou as mãos e começou a fazer bolachas, as primeiras foram ao forno... quando saíram e arrefeceram provamos uma a meias depois do almoço... estavam deliciosas... e toca de continuar... ai a M passou o tempo todo a comer a massa do que a fazer as ditas lol... mas o resultado quando ela foi dormir a sesta foi uma casa cheia de farinha e de plasticina por todo o lado.

O que vale foi dormir 4 horas de sesta, sim estava rota de tantos dias a dormir mal, bastou 3 tomas de antibiótico para a tosse ir se embora e ela dormir bem.

Ontem fui a uma formação e ela ficou com os avós até ser horas de ir para a festa da escola, era para não ir novamente, já o ano passado faltou pelo mesmo motivo. Mas este ano ela tinha ensaiado tanto e como a tosse já tinha ido embora perguntei a educadora se podia ir, nem que fosse pela prenda que o pai Natal ia dar... do tipo chegar lá no final só para ir buscar a prenda... a educadora disse para ela ir mesmo participar, que a menina não teve febre e se já não tossia estava bem melhor que a turma que anda toda cheia de tosse e ranhos.

Assim lá fomos a festa de Natal, a M ia aos saltos a dizer Natal, Natal... pensei que fosse chorar como imensas crianças, mas não entrou é certo com a tutu, mas lá participou na música o relógio faz tic tac.... e depois ainda teve mais 3 músicas com o professor de música e deixou-me de lágrimas nos olhos de tão bem que esteve... e nota-se que adora música... e nem precisou de tutu para essa parte...

Recebeu a prenda do pai natal e ficou eufórica... ao ponto de ter de ser eu a distribuir as bolachas pelos meninos e pelas educadoras... ficaram todos surpreendidos fui a única a fazer este gesto e as educadoras e auxiliares ficaram emocionados por me lembrar delas também mesmo não sendo da sala da M. E claro as bolachas desapareceram por todo o o lado os meninos da sala dela estavam a lambuzar-se com as bolachas.

 

20151216_141304.jpg

 

Fim de semana dos bons

Começou sexta a noite com o primeiro jantar de natal do ano, ficamos na mesa da enfermeira horrorosa do hospital do dia, enfermeira essa que sempre que tira sangue a M faz em modo de sangria com ela a gritar e nós a pedir para tirar dos braços e ela a dizer que não dá.... pois se os outros conseguem ela tira sempre do pulso em modo de sangria.

No inicio não a reconheci, mas como não conhecia ninguém na mesa comecei a puxar conserva quando percebi que o filho dela era alérgico, começo a perceber que ela entendi sobre o assunto e vai dali diz ela "ah então é dai que me lembro de si, a sua filha fez os testes connosco lá no hospital de dia"... e pronto reconheci a logo ali.... é uma pessoa simpática mas a minha opinião como profissional mantém-se.

A M portou-se lindamente, apesar do jantar ter começado as 21, na sobremesa pediu para sair da mesa, acedi e era vê-la a correr e meter-se com os empregados e a brincar com o menino da idade dela.

O local do jantar não podia ser melhor, a quinta onde nos casamos e os empregados trataram a M com um amor que só visto...

Sábado depois de uma noite mal dormida e estando eu a descansar uma amiga acorda-me para irmos almoçar e passear a tarde juntos... lá fomos nós ao Honorato no parque das nações.... adorei tudo excepto o Gin.... era agradável mas não se justifica pagar 10 euros por um gin, já bebi bebidas melhores. No almoço a M portou-se pior... dormiu apenas uma hora de sesta e estava em modo de diva, mas depois o passeio correu muito bem... ela pediu várias vezes para ir a casa de banho :D...

Domingo foi a festa das crianças do meu local de trabalho, a peça foi uma seca a M não estava para ali virada, quando interromperam a peça por já ser 12 e ainda não terem feito pausa de lanche... a M grita yeh acabou, ai a inocência dos miúdos... depois de comer guloseimas lá veio o pai natal e ela foi ao meu colo, recebeu um prenda... foi a correr ter com o pai a dizer  - O panda deu penda... e eu só me ria, "oh filha é o pai Natal"... e lá ficou eufórica a dizer que o Natal tinha dado um gato (era um livro com um gato) a todos os que se cruzavam com ela.

Por isso estou para ver como será a reacção dela quinta-feira ao receber do Pai Natal exactamente o que ela pediu.

No meio desta passeata toda ainda deu para orientar parte da limpeza da casa, a roupa lavada e seca na máquina e ainda acabar com as prendas que faltavam de Natal.

 

E há fins de semana assim que parecem que estivemos uma semana de férias.

 

index.jpeg

Este é o panda Natal da minha filha, juro que não sei porque que ela chamou de panda ao pai Natal lol.