Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

M e os seus timings

No ano passado em Novembro quase a fazer anos, e vésperas de um batizado fica cheia de pintinhas, mas sem o tal líquido característico da varicela... mas mesmo assim ficamos naquela vamos ou não vamos ao batizado... fomos e ainda assim nos perguntaram se a menina não tinha varicela, ao qual a mãe do menino batizado disse logo que não porque não tinha a tal aguadilha. 

Depois falta a festa de Natal a primeira da vida dela por causa da bronquiolite. 

Agora vem a festa de final de ano, a sala da pré teve o mês passado um surto de varicela, a melhor amiga da M faltou a semana passada a escola e aparece com marcas de varicela e eu penso oba que chegou a sala dela.... de quarta para quinta vemos aparecer uma borbulha na barriga, e a M mais agitada de noite, hoje de manha o raio da borbulha tinha a tal aguadilha... mas só tem uma borbulha... com quem falei todos me dizem que só tendo uma não é varicela e eu pensei bem será ou não. Estamos em stand-by para ver se a creche diz algo ou se aparecem mais... se aparecerem a M não vai a festa da escola e coitadinha anda a ensaiar o espectáculo da escola... Será que esta miúda não sabe ter as doenças nos timings certos ou então quando aparenta ter alguma coisa termos 100% certeza do que é... tem de ser tudo misterioso com ela?! 

 

Acho que vou tirar uma foto e mandar a pediatra, não quero que ela ande a espalhar a varicela e a festa da escola seja um fiasco devido ao numero de miúdos com varicela. 

 

keep-calm-and-remember-your-timings.png

 

E sinto-me como se tivesse ganho o euromilhões

O resultado da biopsia deu tudo normal uma ligeira inflamação, mas e como tudo na vida há sempre um mas... porquê que a rapariga tem os valores das transaminases alterados e num sobe e desce... 

Pois que não se sabe, terá de fazer uma ecografia ao coração para despistar origem cardíaca e irá repetir análises de sangue para ver a evolução das transaminases. Continua a tomar uma medicação para o fígado até terminar, pode ser que ajude a regenerar o fígado caso tenha sido uma hepatite exagerada pelo citomegalovirus que apanhou quando era mais pequena (altura da ida para a creche). 

Enfim boas notícias que valem ouro porque não tem uma doença crónica hepática, mas continua ali com um mas que faz com que ainda não possamos dizer oba que a rapariga não tem nada e não passou de um susto. 

 

Quanto à mãe fui hoje a consulta de gastro cá no hospital, porque no privado me tinham sugerido uma ecografia e uma colonoscopia, que infelizmente não me livro dela... são da mesma opinião do privado, apesar de acharem que tenho síndrome do colon irritável tenho de despistar lesões ou outras bactérias lindas e maravilhosas. 

Para quem não sabe o síndrome do cólon irritável é uma patologia onde a mobilidade do intestino geralmente é mais lenta ou acelerada do que o normal e que alterações alimentares ou stress fazem com que este reaja de uma forma exagerada causando sintomas de dores, inchaço abdominal, gases (não os habituais) mas ao ponto de sentir pontapés como se tivesse grávida... sim leram bem, a dois dias atrás tinha a mão pousada na minha barriga e senti um pontapé... sabendo que não estou grávida e que estava no meio de uma crise podem associar o grau de desconforto que andei esta semana. 

O pior é que sim a medicação que ajuda a aliviar os sintomas, mas sempre que andar ansiosa e nervosa irei ter uma crise. E o marido a dizer que eu estava calma demais na biopsia, aparentemente os meus intestinos não mentem. 

Quanto ao fígado da mãe é só vigiar, aparentemente tive somente uma alteração hepática devido ao citomegalovirus (estão a ver a minha paixão por ele). Mas se continuar a não ser imune a hepatite A que é algo que supostamente se apanha ou todos estão expostos a esta em criança, terei de ser vacinada contra a Hepatite A... porque em criança é algo banal que nem dá sintomas, mas em idade adulta já não é bem assim. 

 

E pronto sinto-me muito bem com esta nova médica, e por ser no público e não ter de pagar uma fortuna pelos exames. Só não gosto da parte do exames de endoscopia e colonoscopia, mas bolas dois médicos a dizer que tenho de fazer e pronto faz-se (mas com anestesia que eu sou medricas). 

 

Para mais tarde recordar

Ontem eu e o B fomos a creche fazer o álbum de família da M (mal sabíamos que íamos estar duas horas às voltas com cartolinas e cola e afins). 

Quando cheguei entrei logo e não estava a espera que ela estivesse no recreio, mas estava com um sorriso enorme e a crer ir para casa. E eu pensei nos outros dias quer ficar sempre no parque da escola comigo a brincar, hoje que passou a tarde no recreio já quer ir para casa. 

Lá a convenci a ficar, vi uma menina da idade da M, a mais pequenina, a que começou a andar mais tarde, sentada no chão sem brincar, fui ter com ela e levei a M pela mão. Falei a P que desatou aos gritos - aparentemente não gosta de sociabilizar foi o que me disseram - a M larga da minha mão e fica a olhar, a melhor amiga da M a Ana dá a mão a M e ficam ambas a olhar para a P. A M baixa-se sempre de mão dada a amiga e faz um festa na cara da P a secar-lhe as lágrimas, a Ana larga a M e vai pôr-se a fazer festas nas costas da P e a M abraça a P. 

Quando é hora de se sentarem todos a volta para beber água a P fica a gritar e a ficar vermelha de chorar, os amigos da sala dela que tem todos menos de 2 anos, sentam-se a volta dela para a proteger dos mais velhos... a M continua em pé ao pé dela preocupada, a educadora Sofia obriga a M a sentar-se e ficam a M e P a chorar, e os amigos a volta a olhar para elas. 

 

Partiu-me o coração de ver a P a chorar em pânico com medo da confusão do recreio, e partiu-me o coração a M a chorar porque se tinha de sentar e não podia consular a P. Mas fiquei mais do que babada a M sabe o que é empatia, a M tem uma melhor amiga chamada Ana. E existe muita bondade nas crianças com menos de dois anos e nas mais velhas também... Porque todos perguntavam o porquê da P chorar. 

E eu só pensava onde minha nossa onde se perde esta inocência e bondade que os nossos filhos tem. 

images (11).jpg

 

Maravilhoso mundo da maternidade

Este fim de semana calhou a M precisar de mudar a fralda com cocó quando a empregada estava a limpar o seu quarto. Eu pedi licença e a empregada diz:

- "Ainda usa fraldas?"

- " Sim, ela ainda não sabe pedir, estamos a começar a perguntar se tem cocó, que é mais fácil de pedirem que o xixi, e só tem 18 meses, com 2 anos é idade recomendada para começar o treino!"

- "Ai não pode, cá em Portugal (é o ucraniana) é uma absurdo crianças usarem fralda, minha filha tinha 5 meses já sentava, comecei a por no penico sempre que comia e sempre que eu ia fazer xixi... com 1 ano já não usava fralda, alias nunca houve fraldas na Ucrânia, usa-se panos..."

-" Pois são tempos diferentes"

- "Nada, aqui é tudo preguiça, fralda é fácil para o bebé e para a mãe, tem de começar a levar M para o penico"

 

Claro que o meu marido ficou logo devíamos comprar um penico, e eu disse claro que sim mas vamos com calma, cada criança tem o seu tempo, e eu não vejo na sala de 1 ano aos 2 as educadoras a treinarem a retirada da fralda, ou fazemos nas férias ou então tem que ser agilizado com elas. Mas nada impede de ter o penico em casa e começar a explicar o que é e sentar a M lá... ela se tiver preparada tira as fraldas depressa, senão tiver pronta, não vai pedir e vai dar ao mesmo. 

Uma coisa é certa eu e o pai concordamos que a M vai usar no verão fraldas cueca, porque achamos embaraçante o xixi na calça, pelo menos inicialmente e quando sair a rua. Claro que depois passara a usar as cuecas. 

Mas isto tudo para dizer o que, primeiro ouvimos e perguntam-nos n vezes se o bebé mama, se temos leite se isto e se aquilo.... depois é se come bem, se faz birra, se é esquisito, se dorme bem e se faz birras e todos tem teorias. 

Depois todos adoram comparar crianças, a minha fala mais, não a minha faz mais isto, olha que o bebé de x tem a idade da tua e já sabe contar, enfim uma panóplia de disparates e comparações... coisas que uma mãe adora ouvir quando sai com o filho para qualquer lado... 

E agora entro na fase do ainda usa fraldas?!! 

Haja paciência...

Fim de semana XXL

Como eu gosto destes fins de semana prolongados, deu para fazer imensas máquinas de roupa, é o que dá quando a máquina avaria, só lavava o necessário, portanto quando a máquina nova chegou foi lavar roupa até mais não. Agora falta arrumar e passar, bahh.... Portanto dois dias foram tirados para esta tarefa de lava, estende, seca e tenta arrumar e passar... fiz para ai umas 6 máquinas de 8 kilos... Domingo dia da Mãe e a M começa logo depois da meia noite a fazer a festa, sim sempre a choramingar e as 4 da manhã já de pestana aberta... e voltou a dormir eram perto das 6 da manhã e acordou logo as 8... o pai veio e entregou a prenda que a M fez na creche e ela dava pulos de alegria na cama, acho que já começa a perceber que fez aquilo para dar a mãe.... 

Deu-me um bule desenhado e pintado por ela, com uma foto dela e uma caixa de ovos pintada com chá no interior. 

Depois fomos tomar o pequeno almoço, e o pai foi buscar a segunda prenda do dia da mãe e recebi um separador lindo da pandora :D. 

transferir (5).jpg

 Depois fui aproveitar que os meus pais estavam em casa e deixem a M com eles e fui ao shopping fazer umas compras super rápidas de peças de roupa de verão para a M e fui buscar as plantas para oferecer a minha mãe. 

O almoço seria na casa de férias da sogra da minha irmã, pena o dia chuvoso, mas os miúdos aproveitaram bastante, estão a ficar todos muito lindos e traquinas. E assim se almoçou um almoço de dia de mães com várias mães reunidas, claro que com crianças pequenas em casa o almoço nunca é descansado, é preciso estar sempre com mil olhos para separar brigas, birras e afins. 

Mas no fundo foi um dia muito bom e hoje sou privilegiada por ser mãe da M a um ano e meio :D.

Nota-se muito que sou mãe?

Ontem fui a Fnac aproveitar um vale de 16€ que tinha para gastar (do meu aniversário o ano passado) e qual o melhor dia que o dia mundial do Livro. 

Então ia na ideia de comprar o The Cuckoo's Calling, mas não havia só em Português e é muito mais caro, por isso comprei logo o segundo da mesma autor /autora (Pseudónimo de J.K. Rolling). E em vez de ir comprar mais um livro para mim o que euzinha faço... quem me segue no Facebook já sabe.. para quem não me segue ora atentem e respondam a pergunta em cima. 

20150423_162315.jpg

Ela gostou muito do que tem o cão.... porque sabe dizer ão (cão) e bebé... aqui a dias ensinei a dizer crescida e a por os braços no ar, então diz cida e põem os braços no ar... e a M é a tipica bebé que começa a falar mas a dizer só as terminações, avião é ão também.... tia é tia, tira é tia... anda diz bem mas raramente diz,  já tá (já está), olá.... aos poucos vai lá...

 

Preferidas da M : Mãe, mamã... já tá e olá

Também sei ser compreensiva

Ontem fui buscar a M, a S disse que eles estavam muito excitados porque passaram a tarde a brincar nos escorregas e que a M era muito destemida e que subia o escorrega dos crescidos sozinha, sem medos. Sorri e disse que sempre que não chove estou com ela lá fora, por isso é que com 17 meses tem um treino físico em escorregas como mais ninguém. 

Vi que ela estava cansada quando cheguei a casa, as 18:30 pediu comida, eu dei um boião de fruta (relembro que preciso deles para dar o medicamento e disfarçar o sabor, mesmo que seja por seringa eu mergulho a chucha nele e ela tem algo doce que gosta para compensar) e a colher, não o abri, ela sentou-se no chão da sala com ele a tentar abrir e eu disse "Queres que a mamã abra?" ela diz que sim com a cabeça...eu digo para não deixar cair, ela come metade sozinha até que se distrai e deixa cair ao chão eu vejo que já esta a brincar e eu tiro e digo olha (apontando para fruta no chão) e ela deixa-me levar o boião e a colher sem dramas, fui buscar as toalhitas para limpar a ela e o chão e quando chego o que vejo.... 

A M de cócoras a olhar para o chão sujo e o gato N a cheirar ambos muito preocupados, eu chego dou-lhe uma toalhita e ela limpa logo o que consegue e eu limpo a seguir... Ela vai a cozinha pede a fruta de novo, eu sento na cadeira da papa e digo mas é para comer.

Ela come duas colheres e põem-se a brincar e eu digo "M....então olha está a sujar tudo" (atenção não me importo que ela suje se come, mas quando se põem a tirar o conteúdo do copo ou prato para o chão ou tabuleiro de propósito ai sim porque já tem 17 meses e sabe comer) ela olha para mim e diz "Já tá..." 

"Já tá..." o que eu combinei no dia anterior com ela, se ela não queria mais dizia "Já tá".... deixei a sair limpei tudo....

Fiz o jantar as 19:15, era rápido cuscuz com legumes salteados e atum....mas ela estava impaciente e dei lhe pão, comeu a fatia quase toda.... dei o prato primeiro que a sopa (a sopa é mais difícil para ela comer sozinha e queria ver qual era a sua disposição primeiro) comeu bem, até achar legumes que não conhecia, o tomate e tentava comer mas em vez de deitar fora, punha no prato e apontava e dizia "Mãeee" e eu dizia não gosta tira e põem aqui no tabuleiro.... comeu metade, perguntei se queria sopa disse que sim, trouxe a sopa, nem tocou nela... mas em vez de entrar em guerra com ela, percebi que o seu comportamento mudou de ontem para hoje, que ontem deitava tudo fora, que agora se preocupava em comer e comeu pouco mas comeu... e quando não quis mais disse já tá e entregava-me o prato... atitude totalmente diferente da birra anterior de mandar tudo ao ar. 

Então tirei-a para o chão e ela muito cansada, fui preparar a seringa do medicamento e a chucha com fruta que sobrou do boião... estava na sala a ver baby Tv, disse vamos tomar o medicamento e veio ter comigo, até que no final já dizia que não, mas ao pé de mim, deitei-a e disse que era rápido, fui fazendo festinhas enquanto chorava a tomar o medicamento e disse que sabia que aquilo sabia mal, dei a chucha com fruta e ela sossegou, ajudei a levantar-se e disse boa portas-te muito bem, como uma menina crescida a tomar o medicamento, ela disse que sim com a cabeça orgulhosa e deu-me um hi5. 

Fui preparar o banho (tinha sopa no cabelo), tomou banho, assim que tirei do banho ela aninhou-se no meu colo embrulhada com a tolha, como faz sempre que está perdida de sono. 

E ai confirmei que a Mãe sabe sempre quando os filhos estão a fazer fita ou estão realmente cansados demais para comer, chama-se intuição... mas as vezes estamos tão cansadas que dizemos que eles estão com sono quando sabemos que estão a fazer fita... e isso é que não pode acontecer....