Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

E mais uma do mês de fevereiro

Já não bastava eu n puder levantar o rabo, ver o meu marido exaustiva fazer tudo....sentir-me inútil....a menina se antes já sentia falta da mamã agora ainda pior.....já perguntou porque ñ levanto ou tão simples como porque de n ir ao médico com ela... Sim hoje tinha finalmente consulta de otorrinolaringologia porque em janeiro teve duas seguidas....ontem chamou por mim como se tivesse um pesadelo. Notei a agitada, mão ao ouvido, instinto de mãe....e sim fui ter com ela, é mais forte que tudo ter um filho a chamar por nós a noite....chamei o marido pedi benuron e disse otite....ele já aceitou o meu instinto. O pai foi a consulta....têm novamente líquido nos ouvidos, o direito está infectado.....e as amígdalas cresceram (notei desde Dezembro algum mau hálito nela). Mais um antibiótico, outro local, nasomed e aerius....daqui a um mês volta a fazer exames e a ser vista para decidir o que fazer. Nem eu sabia que uma otite serosa podia voltar, acho que este ano não se escapa de ser operada. Mas que seja o que tiver de ser para não andar a tomar tanto antibiótico, já é o terceiro este ano e tenho receio pelo fígado dela. E então continuam a achar que é de mim a implicância com o mês de fevereiro?

Eu n dizia

Mês de fevereiro no seu melhor....Quinta feira a sogra veio limpar o mini berço e ver a neta porque na próxima semana é a outra neta que precisa dela. Eu ok o marido vai buscar frangos, eu estava bem e fui fazer um doce na bimby. Passado um bocado dor na bacia e depois nas costas, ok está muito pesado e em baixo vou me sentar. Após jantar recusou a avó para a por a dormir e deitei com ela na cama para dormir, mas as costas aí as dores.... Adormeceu tomei paracetamol para dormir, acordei bem....sexta estive um dia na moleza, quando me levantei para vestir e por a loiça do almoço na máquina....lá vem as dores nas costas....E aí lembrei da pielonefrite de dezembro ou das contracções da M que eram sempre nas costas....comecei a notar q a dor nas costas era constante tipo moinha de quando estou com período. Mas q às vezes ficavam intensas e aí notei a barriga dura e depois mole e com espaço de 10 min. Liguei a obstetra...urgência ela n estava mas disse para as colegas lhe ligarem. Fui e a obstetra que calhou daquelas mesmo brutinhas.. só ligo se for preciso....examinou colo fechado....ctg...e diz confiante que vou para casa n era nada e n parecia ser rim...já em Dezembro fui lá n vezes e nunca era nada ou era e n sabiam. Fiz ctg irritabilidade uterina, sermão de que a irmã mais velha tem de ir para os avós...repouso de cama e maturação dos pulmões de nada adiantava dizer q o pai cuida da M como sempre fez. Era old school e cheguei ao ponto de olhar ao b com sinal n digas mais nada, porque a alternativa era ficar internada até ao fim ou até a minha obstetra ver....só vim para casa porque o colo está fechado e com bom tamanho. Mas é a qq altura que pode nascer... Ela sempre ligou a minha obstetra, porque eu mandei sms a confirmar porque deram a dose de cavalo para maturar os pulmões....médicos peritos em disfarçar primeiro dizem ah é irritabilidade uterina mas está muito certinha de 5 em min....e ralha.... Depois diz ah tem o colo fechado repouso deve de chegar...pergunto mas q repouso...Ela o de cama não queria ir passear ao café e eu disse não mas já estou de repouso mas com autorização para passear em casa, sentar e no segundo trimestre depois das 25 semanas que podia ir fazendo algumas tarefas ligeiras....Eu farta de saber q a diferentes tipos de repouso...enfim....Depois saiu para falar com alguém e chegou com a dose de cavalo para maturar os pulmões e eu pergunto senão era dada mais vezes ah não nem sei caso é a dose toda...e falei com a sua médica ela está cá segunda...a Enf chega e pergunta então mas n interno...não eles moram perto e a médica dela está por cá mas n de banco e por dois dias n há necessidade... Ficamos parvos e no carro digo ao meu marido, pois peritos a esconder as coisas porque sei que a dose de cavalo é dada nos casos q o trabalho de parto já iniciou, mas sei tb de muitos casos que conseguiram adiar uma semana o dito, da M com dois dedos e sem contrações aguentei das 37 semanas às 38 semanas de cama. Já é o segundo parto e sei que estou na fase latente do parto que pode demorar dias ou semanas a passar ao activo. Pela rapidez de resposta da minha obstetra após saída da obstetra sabia tb que ela está alerta e quando confirmou tudo...sei que foi ela q tb decidiu assim. Quarta tenho eco....ver se o pequeno se aguenta até lá....porque hoje de manhã as contracções continuavam iguais a ontem....Agora q escrevo o post abrandaram. E o pessoal q veio dizer olha a barriga tá muito descabida e afins afinal n é mito a médica mal humorada confirmou q é o baby a preparar caminho. E pronto nada corre como planeado, a Mana vai trazer separar roupa de prematuro porque a mala da maternidade tem roupa para 0/1, n vai lavar logo, só lava se for prematuro....Mas aceitei bem que poderá n ter roupa nova na maternidade, que o quarto n vai estar como eu quero e a casa vai estar conforme a família puder limpar....e o chato de estar de repouso absoluto é o sentimento de n ter controlo de nada, comes o que te derem....e dependes de terceiros. Também descobres vizinhos excelentes, a senhora que falei ligou e soube o q aconteceu pq viu nos sair ontem e já ofereceu ajuda com a M para o pai descansar.

Coisas que me acontecem

Tinha um posta aqui para o blog todo elaborado sobre um serviço ou loja online que me deixou muito surpreendida e que o serviço é superior a muitas lojas online que recorri, e olhem que começo a ficar perita no assunto porque tendo uma gravidez de risco as deslocações ao exterior são mínimas. Mas como dizia, tinha um post todo elaborado, quando ontem antes de ir dormir a navegar pela blogoesfera famosa vejo o meu dito post ou exactamente aquilo que eu ia falar escrito lá, obviamente por encomenda porque a dita pessoa diz que não gosta de compras online porque a filha é muito esquisita mas que lá se rendeu e encomendou. E do que eu estou a falar do site das pisamonas ou da marca pisamonas. É uma marca espanhola e já tinha visto diversas pessoas mais para o lado das filhas que andam sempre com laços gigantes, meias pelos joelhos e gola de camões, a recomendarem a dita marca, que as filhas usam e afins. Por isso sempre associei caro demais para o meu bolso e sapatos nada confortáveis.

Acontece que a M estragou o seu sapato fechado que comprei nos seus anos, ideal para dias que não chovem muito mas também não quero que ande sempre de bota ou sapatilha. E como as botas estão a ficar um pouco apertadas, pensei bolas não vou gastar dinheiro numas botas para usar um mês. Vou comprar uns sapatos fechados e altos a mesma para ser confortável em dias de alguma chuva. 

Mas tudo o que via em loja online, era sem dúvidas botas sapatilha, sapatilhas de primavera, tenis, sabrinas de primavera, daquela para usar com meia ou sem... mas nada de uns sapatos decentes... comentei com o marido que era desta que tinha de me render as carneiras, ele como não sabia o que era, fiz pesquisa na net e o primeiro site era o da Pisamonas. 

E não é que o calçado deles é muito giro, tem muito mais que carneiras pirosas e sapato de menina de colégio. Os comentários todos a dizer que o calçado dura e é super confortável. E melhor o preço, para verem até o esquisito do marido escolheu um par para ele (prenda do dia dos namorados, que ele é impossível para oferecer algo). 

Dois pares de sapatos de camurça de excelente qualidade por 42€.... esse é o valor que dou por norma pelos sapatos do meu marido numa loja física. 

Chegam os ditos sapatos, o da M ficam impecáveis mas o do marido apertados e não era aquela cor que ele queria.... e agora, estão vocês a pensar... primeiro a entrega é gratuita e em 2 dias tinha os sapatos em casa entregue por um estafeta que liga a perguntar se estamos em casa. Fui ao site já a bufar do porquê que eu mando coisas para o B online, porquê... e em 5 min, faço o pedido de troca e indicam que o estafeta vai a nossa casa buscar o sapato que não serviu e traz o par novo... e assim foi... terça-feira recebi os sapatos, e quinta-feira já tinha o estafeta a trazer o novo par, num número acima e noutra cor....

Garanto já tive de fazer devoluções de artigos online, e por norma implica sempre ir aos CTT, esperar devolução do dinheiro e depois sim poder comprar outro artigo... ou ter de ir a loja física da marca trocar os ditos artigos. É a primeira vez que vejo um serviço com entrega gratuita e devolução gratuita em nossa casa. 

Digam lá se isto não é o sonho de qualquer mãe, sim quem não é mãe que experimente ir comprar calçado com criança e marido.... a primeira loja e primeiro sapato corre tudo bem, mas assim que esticamos e temos de ir ver a outro lado já ouvimos o marido a bufar porque a filha não para quieta e ele tem de ir correr atrás dela, e porque não vejo primeiro e depois trago a menina a experimentar e afins, não adianta dizer que sim eu vejo primeiro mas quando realmente temos tempo em família de ir, o tamanho dela acaba por desaparecer como por magia. 

 

Estes são os modelitos de pai e filha a fazer pandam.... gostam?

 

 

 

 

0002_gris_01.jpg

 O da M é  o modelo de velcro e não com atacadores, são mais lindos ao vivo.. eu fiquei de olhos nuns, mas não vou precisar este ano e o orçamento não estica. Para o ano, sei que tenho de adquirir para a M outros e escolho para mim uns, e para o baby M tb que os sapatos para menino pequenino são um amor. 

 

E claro este post não foi pago, nem encomendado, sinal disso é não ter um modelito para mim :P

 

 

Eutanásia

No dia em que se discute o direito a morte assistida aqui fica a minha opinião, que é a mesma de quando debati o assunto na aula de ética na faculdade. Quando a doença é terminal ou a qualidade de vida não permite a pessoa de sair da cama é e devia de ser decisão da mesma poder terminar a sua vida. Lembrem-se que o suicídio não está ao alcance destes. São muitas vezes hospitalizados ou estão incapacitados ou acompanhados quase 24h por dia. Depois se falarmos num animal de estimação e disserem que já só é alimentado por sonda, que gane ou uma de dores mas que o mantemos ao pé de nós mesmo sabendo que não viveram mais que dias....o que a maioria diria aí que crueldade deviam de por o bichinho a dormir e terminar com o seu sofrimento. Se o conseguimos fazer aos animais porque não aceitamos que o ser humano possa o fazer condignamente num hospital rodeado de quem quisermos? E não sozinhos numa cama de hospital? Eu digo porque somos egoístas queremos mais uns dias, mais uns meses com quem amamos, mesmo que isso implique sofrimento de ambas as partes. Se já temos o direito a decidir se sim queremos o filho ou não...com o argumento que as mulheres são donas do seu corpo, porque choca tanto termos o direito a uma morte condigna?

Fevereiro o que reservas

Tudo começou em fevereiro de 2013, um aborto espontâneo. Em 2014 comecei com dores que me impediam de respirar, depois de duas idas à urgência uma semana no hospital com uma crise vesicular e infecção pancreatica duas intervenções cirúrgicas. Fevereiro de 2015 cólicas nos intestinos infecção por citomegalovirus e as transaminases alteradas, sucedeu muitas consultas de gastro, colonoscopia e endoscopia resultante de quase um ano de consultas. Diagnóstico hepatite pelo vírus e as cólicas intestinais devem-se a síndrome do intestino irritável. Em fevereiro de 2016 já no seu fim, a noticia que o feijão tinha parado de se desenvolver. Por isso grávida de 33 semanas pergunto e desta vez o q vem aí, ontem publiquei foto da barriga e duas pessoas disseram barriga descabida demais, tens de ter cuidado senão nasce prematuro. Olha que bom, será que nasce já este mês...se nascer que seja para apagar a maré de azar do mês de fevereiro.

IMG_20170131_184500.jpg

Dia negro

E a minha paciência também. Enquanto ouço a chuva a cair da minha cama, navego pelas redes sociais. A minha única companhia durante dias e dias até vir a malta. Eu adoro pessoas, mas gosto tanto deste silêncio, de puder fazer o que eu quero e gosto. Sou um lobo solitário, já me tinham dito isto na minha adolescência. Mas as redes sociais estão me a aborrecer, antes era o frio...agora é de novo vídeos virais de jovens a agredirem outro...E muitos a olhar só e um a filmar....Depois publicam nas redes e pedem para partilhar até o autor ser punido....E a gente parva acredita nisso tal como acredita que se clicar gosto ou amém uma criança fica curada. Partilha e dá notoriedade a estás mentes delinquentes que só querem ser populares a todo o custo. No meu tempo também queríamos mas isso só implicava ser aceite no grupo fixe ou ser amiga da rapariga mais bonita e rodada da escola. Dá vontade de gritar ao mundo ñ lhes dêem atenção é o mesmo que uma criança se portar mal e ter plateia a assistir e a dar atenção. Não se recompensa maus comportamentos, lida se com eles. Se conhece a zona entrega e mostra o vídeo a polícia local....eles e os pais destes delinquentes é que tem de resolver o assunto. E como sempre disse se souber que filho meu é conivente ou faz bulling faço o mesmo que a mãe que raspou o cabelo a filha que gozava com uma menina com cancro. Depois as notícias é surreal ver tudo o que a trampa que lá anda a fazer em dias de posse. Murros a serem erguidos, fundos retirados a saúde. É legal o aborto mas paga tu sim. A forma como trata a mulher, tudo isto mostra como anda uma nação. A Rússia que retira leis de violência doméstica dizendo que uma chapada não é violência doméstica e que se for um caso ou ocorrência por ano no casal também não o é. Parrem o carrossel que eu quero sair. Enfim estou de 32 semanas, sei que daqui a nada estamos na altura do é a qualquer dia. Vou me enroscar na cama e aproveitar o namoro entre mãe e filho, já que está será por minha vontade a última vez que estarei em estado de graça. E só para vos alegar fica o novo verniz gel que comprei um vermelho escuro lindo. Fiz ontem, hoje nem quero sair da cama.

IMG_20170125_164339.jpg

Por momentos vi a minha infância

Este fds, tocaram por engano a campainha, era a vizinha de baixo a perguntar a vizinha da frente se as meninas delas queriam brincar com a filhota. Eu fiquei triste porque não convidaram a M, sim vivo num prédio cheio de crianças e os vizinhos tem o hábito de os deixar brincar em qq casa. Desde tenra idade 2 a 3 anos. Eu pensei bolas ñ quero que a M sofra o que sofri que nunca era convidada para nada. Ontem vi a tal vizinha que mora sozinha com a filha e a M Foi brincar com ela na rua...eu depois de apanhar ar fresco e sol porque estou com défice de vitamina d por estar muito tempo em casa. Chamei a M para subir, estava frio na rua e a ficar escuro. A mãe da menina pergunta se a M podia la ir brincar a casa, e eu ia dizer não tenho o jantar para por no forno e lembrei que no ano passado a senhora tinha convidado a M duas vezes mas como era dias de semana e com correria de trabalho-creche-casa-jantar dizia não. Então disse que sim, entrei também e a senhora diz deixe as brincar e venha cá buscar...eu mãe galinha fui ficando a conversa porque nunca deixei a M sozinha assim. Já o fiz com a vizinha da frente mas a M já tinha estado lá muitas vezes. Em conversa descobri que a senhora é delegada de informação médica e eu tb já fui. Que veio o ano passado da Madeira pq a empresa pediu e porque cá tem mais meios hospitalares para trabalhar. Depois comentou que parece maluquinha e pede aos vizinhos para virem cá com os filhos porque sente a filha sozinha que vir da Madeira e deixar família e primos foi muito complicado e quando voltam ela quer lá ficar. E tudo foi muito complicado porque o pai da menina faleceu no ano passado, o mesmo ano que a menina mudou para cá. Ela tem quase 5 anos e bolas o que já passou deu-me um nó na garganta. E nós a viver a nossa vidinha e uma mãe ali o ano passado a fazer convites para ir a casa dela e eu a pensar no jantar....somos tão egoístas às vezes. Pronto esqueci o jantar e deixei a M brincar, afinal há sempre sopa em casa feita. Quando era quase oito quis vir embora e a senhora diz eu dou a sopa a menina posso, assim a minha tb come melhor...Então perguntei a M se queria ficar é combinei horas de ir buscar. A M nem quis saber de mim. Quando fui buscar, já estava no segundo prato e eu só me lembrei da minha infância e das vezes que comi na casa dos vizinhos. Eram tempos diferentes mas que ficam na memória,os nossos pais terem de adivinhar em que casa estávamos. Por isso fico feliz que a M brinque com os vizinhos, e que coma na casa deles e que por sua vez estes comam na minha. São memórias que ficam para sempre, amizades dessa época n tenho porque muitos se mudaram e fui crescendo e deixando de ir brincar. Mas aqui se tudo correr bem, existem meninos da mesma faixa etária para a M fazer amizades duradouras.

Bio oil review

Sempre tive problemas com esterias, depende mesmo do nosso tipo de pele. Já a minha mãe e irmãs nem por isso. Na adolescência fiquei com muitas nas pernas e coxas. Por isso na gravidez da M pensei que ia ficar uma desgraça. E usei mts cremes. Tive uma barrigona mesmo. Períodos tive que a barriga era maior que da minha irmã que estava grávida de gémeos. Nesta gravidez apesar de já ser a 4 gravidez, efectivamente é como a terceira pois na segunda perda tive barriga pois só perdi as 9 semanas. Fui me muito abaixo e engordei consideravelmente. Quando engravidei agora a barriga notou se logo às 5 semanas e havia algumas pessoas que me perguntavam se estava, eu dizia acho que não....foi um segredo que guardei o máximo que pude. Não muito porque se notava a olhos vistos. Então pensei oh god vou ficar enorme. Mas da M apesar de ter ficado enorme não tive nenhuma esteria mas sim celulite. Agora com o facto de ter engordado bem menos que o normal, sendo o mínimo 9 kg eu vou com 6kg em 8 meses de gravidez, e tudo porque eu não resisti aos chocolates do Natal. Antes do ano Novo não engordei nada mas depois ia comendo um outro bombom e acabei por engordar o normal para esta fase da gravidez. Por isso eu só tenho barriga e comparado com a M muito menor mesmo. Até a minha cara está muito mais magra e a Roupa de grávida da minha irmã está larga no rabo, quando no início com 4 meses ficava justa. Seria de esperar que ñ fosse ter esterias tal como a primeira vez....errado tenho uma enorme na barriga e outras mínimas abaixo do umbigo. Pelo menos celulite está igual e não aumentada com da primeira. Quer dizer uma pessoa faz quase o milagre de engordar os mínimos dos mínimos na gravidez para sair da maternidade com o mesmo peso que tinha antes, e toma pega lá umas marcas de amor. Explicações para isto, acho que é tudo hormonal....sim posso não ter hidratado tanto a pele porque confesso no inverno ficar ali desnudada a rapar frio não é para mim, por isso ponho creme em modo turbo. A gravidez da M Foi no verão e sim possivelmente punha mais creme... Mas desconfio que seja uma questão hormonal, a minha pele desta vez demorou mais tempo a ficar sem sensibilidade e o cabelo não ficou grosso como na gravidez da M. Logo aí noto diferenças. Quando vi a primeira desgraçada fui comparar valestina e custou os olhos da cara, usei um mês e noto as amigas a surgir, até aqui usava óleo de amêndoas doces, fiquei danada então lembrei que quando levei a vacina da gripe uma consultora da angelic fez uma sessão de limpeza de pele e no final ensinou um truque, usar um creme hidratante ou reafirmante e por umas gotas de bio oil para render o produto e que fazia milagres usado durante pelo menos três meses. Fui comprar o dito, apanhei ainda o Pack de Natal e adquiri o de 120ml com o de 60 ml por 29 euros...O de 60 ml ficou a 4€ em vez de 11€ . Para começar meninas o cheiro é uma delícia, depois vejo que é produzido na África do Sul à Anos, talvez por isso a minha mommy n tenha marcas de amor das três filhas que carregou e olhem que eu fiz lhe imensos estragos em termos de celulite e peso. Como o bio oil promete uniformizar o tom de pele e também minimizar cicatrizes e suavizar esterias, vou e misturo duas gotas ao creme de rosto que uso da Mary kay. Bem que delícia aplicar, a pele fica logo luminosa e não é oleosa. Espero que resulte porque tenho uma cicatriz de ter removido um sinal, sim a minha pele marca tudo...qualquer golpe marca e da M é igual. Mas notei logo em duas utilizações que a pele estava com um aspecto radiante. Depois uma amiga quando me viu disse estás mesmo grávida nota se o brilho na pele e eu sorri e pensei nop desta vez não era da gravidez. Quanto às esterias do corpo e barriga estou a juntar duas ou mais gotas ao creme hidratante preventivo de esterias da valestina...não tenho resultados ainda mas só ao fim de três meses posso dizer da minha justiça. Mas só pelo efeito no rosto é um Plus e ah deixei de ter manchas vermelhas do frio em redor do nariz.

1484645561949545530016.jpg

14846456597522084412229.jpg

Fotos sem make up e acabada de acordar para ver bem o estado actual da pele e daqui a três meses mostrar a comparação.

Gilmore girls

Graças ao Netflix que estou a rever a série Gilmore girls...vi quando tinha a idade da Rory a invejar não ter assim uma relação com a minha mãe. E agora tenho quase a idade da Lorelai (menos um ano), a diferença é que tenho uma filha de 3 anos e não 16 anos. Mas adorava ter uma relação de mãe e filha assim de cumplicidade.

30 semanas

Já estamos tão próximos do dia em que se tudo correr bem seremos uma família de 4 e 2 gatos. 

A mala da maternidade já está quase pronta - da M já estava às 28 semanas. 

Quarto do baby M -  falta pintar, encomendar o vinil e comprar o tapete, candeeiros e cortinado -  da M já estava tudo muito mais orientado. Mas com o segundo aprendemos que temos tempo para isto e depois a disponibilidade de tempo é muito menor quando se tem um filho de 3 anos. 

Sinto que estou menos organizada nesta gravidez do que da M, primeiro porque andamos em modo de negação medo até às 12 semanas, depois foi esperar pelas 24 semanas e pensar ok, acho que desta vez podemos confiar. 

Mas também existe uma grande diferença, da gravidez da M só éramos dois e dois gatos, também tive gravidez de risco, mas a diferença é que passávamos o tempo todo livre nosso a pensar no quarto do bebé, a fazer listas de tudo o que tínhamos e o que nos faltava. Levei para a maternidade 4 conjuntos, e deixei em casa mais uns preparados para o pai levar se fosse preciso. Desta vez não, levo uma mala com imensa coisa, estou na dúvida com a primeira roupa, a que escolhi parece muito pequena, a segunda escolha maiorzinha...mas tudo o resto parece-me grande. Queremos tudo perfeito e nada parece perfeito. Comprar para menina é tão mais fácil e simples. E desta vez não posso confiar nas idas e vindas do pai a maternidade, porque não quero que a M se sinta posta de parte.

Claro que tenho roupa mais pequena em casa, mas foi dada, não é nova e eu já que felizmente posso quis comprar tudo de novo para a maternidade, excepto umas peças que eram da irmã, mas isso é apenas fofo. 

Já tenho as coisas mais organizadas do que a uns tempos atrás, mas está a ficar cada vez mais complicado sequer mexer-me.... tenho consulta para a próxima semana e quero ver se esta tudo bem, tenho tido moinhas como se tivesse para chegar o red.... e outras mais fortes que a barriga fica dura e muita pressão lá nas zonas baixas quando me levanto. O meu marido diz que isso é normal em mim, que dá M foi assim também, se o foi não me lembro. Não deixo de ter um feeling como sempre tive que nasce em Fevereiro, Fevereiro o mês em que perdi o primeiro bebé e fim de Fevereiro quando nos foi dada a notícia o ano passado de que o coração do bebé tinha parado de bater. Assim que fiz as contas e soube que nasceria a 21 de Março que me veio logo à cabeça, não porque temos de passar pelo mês de Fevereiro. 

O marido está com pressa para terminar o quarto e tirar a desarrumação do nosso quarto, como é Homem não sente aquela ansiedade pelo nascimento, diz calma já tens 30 semanas... o que ele não sabe é o quanto é difícil ter um bebé nos cuidados neonatais, e isso era algo que eu não queria experimentar... por isso só peço mais 5 semanas, pelo menos mais 5 semanas.... E bolas se pensarmos assim é só mais um mês e terei outro filho. 

Uma coisa é certa quando temos um filho pequeno a gravidez passa a voar, o tempo para fazer tudo diminui imenso. No primeiro filho, quando estamos grávidas somos o centro das atenções, recebemos imensas prendas, quase nem temos espaço para tanta oferta. No segundo não somos o centro das atenções, eu própria esqueço me muitas vezes que estou grávida quando estou ao pé da M, e sem dúvidas que as prendas são muito poucas, claro que o habitual é dar após o nascimento, mas da M antes de ela nascer por esta altura quase todos os dias recebia um miminho de alguém.