Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

O motivo da minha ausência

Sim está tudo bem com o Baby, o problema foi a minha saúde. Desde dia 2 de dezembro que ao fim do dia me doía as costas, mas ñ eram dores na bacia...pensei em mil motivos, dormi mal, a barriga está pesada. No domingo já doía desde manhã a barriga dura e só estava bem deitada e com paracetamol. A médica pediu repouso, beber muita água é fazer análises segunda. Fiz análises e comecei com diarreia, fiquei na dúvida se tinha comido qualquer coisa que fizesse mal. A médica achou o mesmo até porque as análises estavam ok. Terça a noite e já sem diarreia, as dores regressavam mais fortes e a barriga dura. 25 semanas não ia arriscar e fui a urgência confirmar que estava tudo bem, com o Baby M tudo ok, colo fechado, zero contracções mas estava com febre e o pcr elevado, as análises a urina e tudo o resto bem. Ligaram a obstetra e mandaram para casa com virose e para vigiar muito bem a febre senão ficava internada. Fui para casa, quarta passo bem o dia com o paracetamol...chega a noite e a febre dispara quase para os 39 e só cedeu para os 37,7. Passei a noite em claro. De manhã a obstetra manda ir ter com ela a urgência e aí passei o feriado, sem descobrirem o motivo da febre. Estive lá tanto tempo que viram a febre subir aos 38,6 em menos de nada e com 5 horas de paracetamol, ouvi falar em internamento entre discussão de médicos, mas ñ é o melhor local para uma grávida ficar internada apesar de ter quartos privados. Tentaram nolotil intravenoso, ao fim de uma hora baixou...deram alta com antibiótico porque a febre assim lhes fez suspeitar de bactéria apesar de não estar com os linfócitos elevados. E claro alternar paracetamol com nolotil mas só em urgência e não podia tomar muitos porque era sinal de febre incontrolável e era mesmo internada. Sexta a noite a malvada subiu novamente e foi preciso duas horas para o nolotil fazer efeito. E tive de me despir....e pronto sábado sem febre e hoje também. Portanto tudo devia de ser uma infecção bacteriana mas tive de fazer três x análises e foi preciso a febre ficar descontrolada para medicarem com antibiótico por precaução, porque até agora não faço ideia do local da infecção. Mas pronto tive uma semana de cão, o meu marido já sem saber o que fazer se pedir internamento mas com riscos para mim de apanhar outra coisa, ou de me levar para casa e controlar a febre.