Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Dia do prick test

Bem ontem foi dia da M fazer o prick test (teste cutâneo) as alergias alimentares, futuramente fará aos alergéneos inaláveis. Seria para despistar e confirmar os valores baixos de alergia que as análises de Dezembro demonstraram. O que nos foi explicado pela alergologista era de que com valores tão baixos não se iria manifestar reacção nenhuma cutânea.

La fizeram o teste e nos 15 min a agarrar os braços da M para não mexer nem coçar vi, que a Histamina tinha uma baba enorme, sendo o esperado é o controlo positivo, mas que haviam pequenas babas noutros locais e eu oh que isto já não é normal. Perguntei ao enfermeiro é o ovo ou o leite e ele diz o ovo. Pescada, soja e leite deu negativo. 

A médica ficou parva só o leite deu o esperado, ou seja não existe reacção alérgica mas o ovo deu... então segunda a M vai ter de repetir as análises de sangue porque a médica não confia no laborátorio que fez as análises. Pois ela não deverá de estar numa classe baixa no ovo. 

Então nada de introduzir alimentos agora, porque os exames tem de ser repetidos aqui no hospital onde ela confia no método. 

Por um lado é como ela diz, se vocês disseram que ela uma vez ao comer bolacha ficou com manchas na cara (era uma bolacha tipo lingua de veado super amarela) alguma coisa não me parecia estar a bater certo, e tudo tem uma explicação e para ela é de que a M é alérgica ao ovo e que ouve um erro no laboratório. Agora é esperar mais uma vez por resultados de sangue e ver qual a gravidade da alergia, eu calculo que não seja muito alta porque ela só teve sintomas uma vez, talvez porque a quantidade de ovo era muito elevada. 

Ontem também ligaram de Coimbra a indicar que no dia 27 de Março é para ir em Coimbra fazer análises e eco, contudo a M terá de estar de jejum até as 11 da manhã... tadinha nem sei como conseguir por um bebé de jejum... acho que vai haver muita choradeira.

 

Bem com tudo isto volto a fazer mais uma receita este fim-de-semana sem leite nem ovo :D always look at the bright site of life..

Por falar em aprender línguas...

No outro post sobre a Violetta, uma leitora questionou-me que se tivesse na língua original e com legendas que as crianças mais novas não iam perceber.. ao que eu respondi que senão sabiam ler nem deveriam de estar a ver uma série juvenil que fala e aborda de problemas de adolescentes. 

Mas fiquei a pensar nessa questão, a M tem imensos brinquedos em Inglês o Disney junior está em Inglês... mas o que me fez realmente pensar que as crianças aprendem muito depressa e facilmente foi quando a M esteve quase 2 semanas com a minha mãe. A minha mãe fala muito em Inglês e o seu português não é correcto... mas no final das duas semanas de convívio diário (a M estava doente) a M vira-se para mim a trocar as fraldas com 12 meses e diz no no no... e eu não o que filha? E ela depois diz don't don't.... e disse nos dias seguintes o no no no mais umas vezes e deixou de o dizer talvez porque eu não fale muito em inglês para ela. Mas a minha mãe quando lhe perguntei diz que sim que quando ela ia mexer em algo que não podia dizia no no no... e abanava a cabeça para mostrar o que queria dizer... e o don´t também lhe disse umas quantas vezes. 

E lá esta as crianças aprendem uma segunda língua na primeira infância tal como aprendem a língua materna por ouvir e por fazerem associações ao seu contexto... Quando dizemos não aos nossos filhos eles não entendem a primeira vez, mas com a repetição da palavra e repetição do contexto ou gesto eles depreendem o significado da palavra. 

 

E vocês qual a vossa opinião, acham que as crianças pequenas com menos 5 anos deveriam de ser expostas a outros idiomas ou não? A maioria das pessoas que conheço que não prosseguiram estudos acham que é ridículo e que confunde a cabeça as crianças. As que prosseguiram seu estudos dizem que é benéfico porque apesar de inicialmente elas poderem usar idiomas misturados, do tipo daddy é meu, ou oh o puppy... no futuro tem mais aptidão para as línguas e deixam de misturar idiomas. 

Violetta...

Ontem a minha filha com 15 meses estava a fazer zapping e deixou no Disney Channel, não o Disney Junior que amo, mas o outro... e estava a dar Violetta e eu assisti um pouco com alguma curiosidade, é tão mas tão mau... dobragens horrorosas, vozes esganiçadas e eu só pensei por amor de Deus que a minha filha não se interesse por algo tão foleiro como a Violetta que eu nem sei como conseguir mostrar interesse por isto. 

Depois vi as outras séries do Disney dobradas e são todas igualmente más e eu irritada por aquilo ser em Português, se no Disney Junior consigo por em Inglês e estamos a falar de crianças mais novas, porque motivo este não está em Inglês....ah e digamos que ver Dra. Brinquedos e Jake e os piratas versão dobrada é muito bom, nada de vozes ridículas e afins, e os filmes disney dobrados também tem igualmente qualidade. Então porque que as séries juvenis tem uma dobragem tão mas tão má?!

Comentei com o meu marido e ele diz impossível de certo que se mudar o áudio para Inglês que fica na língua original e ele lá tentou e eu dei graças a Deus pela Meo... e assim num futuro próximo querida M se quiseres ver Disney terás de ver sempre em Inglês...só na casa dos amigos é que a TV funciona em Português....

th.jpg

 

Infância roubada...

Depois da polémica do artigo da vogue que mostrava a criança de 9 anos Kristina Pimenova em poses e roupa provocante, novamente a sua mãe é acusada de sexualizar a sua filha. Modelo desde os três anos e considerada a menina mais bonita do mundo. De facto a criança é lindíssima e algumas das fotos no facebook e web são lindas e de um tremendo bom gosto.

Mas, e a sempre o mas, existem de facto fotos em que a criança assume poses um pouco sensuais demais para qualquer criança de nove anos. Para mim não é o uso de maquilhagem, nem a roupa... qualquer menina gosta muito de se arranjar como a mãe, é sim as fotos. Não vejo problema em usar uma mini saia e um top, maquilhagem mas se tiver a fazer uma pose sensual, acho que se quebrou a barreira do bom gosto. 

Para além de achar que sim a mãe deixa a imprensa e os fotógrafos sexualizar a sua filha, eu não deixo de pensar se esta criança, tal como as actrizes infantis e cantores infantis, se tem liberdade de serem somente crianças. 

Quando se coloca os filhos pequenos com 3 anos em algo tão exposto como a fotografia, moda, anúncios... está se a catalogar os filhos e a molda-los muitas vezes a esse meio. Pergunto-me muitas vezes se esta mãe não tivesse começado a levar a filha a castings de modelo, senão tivesse aceitado tudo o que era trabalho de modelo, se esta menina quando cresce-se se iria ou não querer ser modelo. 

No fundo como pais corremos muito o risco de "condicionar" os nossos filhos, expomos as músicas que gostamos, vestimos como gostamos, inscrevemos nos desportos que nós queremos. Claro que agora vão dizer que se ela não gostasse deste mundo que o dizia e de certo que a mãe a tirava desse mundo. Num mundo cor de rosa isso acontece, no meu mundo isso não aconteceu os meus pais ignoraram a minha vontade de aprender piano e no meu talento natural, e a minha mãe insistiu que eu andasse na natação de competição, só consegui me libertar do mundo da competição com quase 16 anos, odiei cada competição e cada treino. 

A minha opinião é sempre a mesma nesta questão, se forem modelos ou actrizes em produções de bom gosto, que ouçam e respeitem a criança e o horário da criança. Que os pais ouçam os filhos e saibam parar quando eles precisam, que privilegiem uma infância como todas as outras, que eles tenham tempo para amigos, estudar e brincar. Até sou de acordo. Agora se a miúda em particular viver num corre corre, horários longos de fotos, sessões de ginástica, restrições alimentares e afins ai já estamos a entrar no trabalho infantil e isso já não sou de acordo. 

 
Qual a vossa opinião?

ng3753212.jpg

 Foto retirada do facebook da menina

 

15 meses

Hoje faz 15 meses que sou mãe. Confesso que não foi fácil e calculo que nunca será... todas as fases tem os seus encantamentos e dificuldades. Estar a pintar tudo de cor-de-rosa é "enganar" quem ainda não é mãe. 

Mas se eu trocava o que vivi pela minha vida como era antigamente nunca, como diz o outro "posso ter a carteira bem mais vazia, muito mais sono, a casa desarrumada, mas o meu coração esta completo!".

Olho para o bebé que ela já foi, a minha fase preferida foi dos 3 aos 9 meses, altura que ficam mais interactivos mas que ainda não andamos a correr de um lado para o outro. Os primeiros 3 meses perguntam vocês, bem eu como tive muita dificuldade em amamentar (e teimei em não ceder aos suplementos) andei estes 3 meses num misto de emoções ora que tinha leite suficiente ora que a miúda passava o dia a chorar e eu a ter de dar mama de hora a hora. 

Mas para o B (marido) ele adora esta fase, em que todos os dias ela faz uma coisa nova, ou tenta dizer umas palavras nova, eu também adoro esta fase mas é uma fase desafiante, onde eles testam os nossos limites. Brinquedos para que te quero, é mais giro andar a revirar gavetas ou destruir revistas... E as mães que passam mais tempo com os filhos é sempre a nós que nos cabe dizer não, e não e não. 

 

Mas falando das gracinhas que a M faz...

É muito dona do seu nariz, adora ser ela a levar a sua lancheira quando vem da creche...

Adora passear e andar na rua ou em casa dos primos e amigos, quando vem da creche chora sempre que chega a casa. 

Adora dormir como sempre :D

O que já diz:

papá (primeira palavra)

bebé (segunda)

Mamã (terceira) 

papa

Dada (nome que usa muito frequentemente para o pai)

Olha (a preferida dela)

Anda (aprendeu a dizer anda quando deu os primeiros passos, nos diziamos anda cá muitas x e ela aprendeu rápido)

Iaga (achamos que é água)

já tá

tia 

Ontem tentou dizer:

Gato 

pão (soou a pã)

papinha boa (claro que não numa dicção perfeita) -  estava a dar arroz com feijão e ela a comer os feijões um a um e a quer dar-me e eu disse para ela é para ti e ela  diz "papinha boa" a esticar a mão para a minha boca, é o que dizemos a ela para ela comer :D.

Herói da M:

Eu, teve por momentos uma fase pai, mas anda agora na fase mãe, o colo é da mãe, acalmar é a mãe, abraços e beijos são para a mãe, partilhar comida é com a mãe... e eu adoro e não quero que passe mas sei que vai passar e o herói vai ser o Pai.

Uma história arrepiante...

Li esta entrevista da NIT (tenho gostado muito de ler os artigos deles) e este chocou-me, alias choca-me e muito o que o ser humano consegue fazer. E fico ainda mais perturbada de saber que existem ai muitos mais doentes mentais, predadores e psicopatas e que pode haver muitas mais crianças vítimas de atrocidades pelos pais. Por isso é que me questiono muitas vezes se existe DEUS, como pode permitir estes actos que nem animalescos são. Pois é raro na natureza vermos tanta maldade como vemos no Homem. 

 

Inverno

Alguém me explica como é possível gostar do Inverno?!

Tomas um banho de seguida sais do quentinho e ficas a tremer de frio, ou em alternativa tens uma sociedade com a edp e tens um bufinhas a aquecer a casa de banho. 

Queres sair de casa com o cabelo penteado e maravilhoso e das duas uma ou esta de chuva e o cabelo fica tipo esfregona ou então um vento do caraças que ficas com uma cabeleira tipo permanente mal feita. 

Depois quem tem filhos, a logística malas e bebés ou crianças pequenas... e chuva é das piores que existem.. um carro que se destranca sozinho quando aproximo, nahh eu preciso de um que abra a porta automaticamente. 

Roupa, é um tormento secar qualquer coisa na rua, neste momento tenho uns panos a secar para ai uma semana... e sempre que os vou para apanhar esta de chuva... são trapos de limpar a casa por isso não me importo, o resto da roupa perguntam vocês, vai para a melhor invenção do homem... a máquina de secar roupa.... claro que para isso significa que eu sou uma sócia involuntária da EDP, pago todos os meses uma quantia upa upa...

Depois é as camadas de roupa, os pés frios e secos, a vontade de por creme no corpo no Inverno é zero, porque quanto mais depressa conseguir enfiar no pijama melhor. 

É as doenças... eu sei lá....

 

Benefícios do INVERNO: dormir agarradinho sabe melhor, as lareiras e mantas são boas sim.... mas é só e para isso bastava me ocasionalmente uns dias de chuva e frio e pronto vinha assim o tempo de sol e ameno para passear e afins.

chuva.jpg

 

Os pais são bipolares

Depois de um fim de semana cansativo de viagens (infelizmente sempre que vamos a casa da sogra da sempre num corre corre de tarefas que ninguém descansa), eu sentia-me exausta corpo dorido, resultado de uma constipação curada a pressão porque tive de cuidar da M praticamente sozinha. O pai todo dorido estava, andou a arranjar o carro mais o irmão para ver se daqui a uns meses conseguimos trocar (ahah não por um novo, mas um familiar). E pensam vocês a mas a M estava fresca como uma alface, pois sim aparentemente não. 

Chego a casa e a birra de sono/cansada começa as 18h eu ponho no berço a ver se fica, mas ao fim de 10 min vou buscar... e ela la continua no meio brinca e choraminga, penso que é fome e vou dar fruta as seis e meia. Come e lá brinca mais um pouco mas começa a parvejar e eu a ter de lhe ralhar ou tirar coisas da mão... Berra a plenos pulmões as 7 da noite (até o gato se escondeu) e penso ok é fome ... vou dar o jantar (é a essa hora que come) e a M desata num pranto, nem com a chucha lá vai. Pego ao colo a pensar (bolas estou a ceder) e nem no colo se cala, vou a sala e ela berra ainda mais alto... pronto rendo-me e vou ao quarto buscar o ohoh (o seu grande fiel amigo das birras) e sento no sofã do quarto e a M simplesmente adormece ao colo. E eu oh e agora, o banho e o jantar?! Não troquei a fralda porque ia dar banho pós jantar (Sim a M adora comer sozinha....estão a ver como fica depois de comer). Bem penso ok vou deixar dormir um pouco no colo e pode ser que quando me levantar acorde, passado 30 min levanto-me e ando pela casa com luzes acesas e ela ferrada... deito no sofã e ela ferrada... mando mms ao pai com foto dela a dormir e a dizer sos não a consigo acordar. 

O pai chega, começamos a falar em tom normal e ela não acorda, liga-se a televisão e estava com o som ao máximo (pripécias da M) e nem pestaneja. O pai vai logo buscar o termometro porque dormir assim não é normal... nada de febre...

Ao fim de 1 hora de tentativas é que acordou e só porque mudamos a fralda, porque até a mudar a fralda estava a fazer ohoh... só quando vestimos o pijama no colo é que despertou e lá demos sopa e um pudim e banho... 

Depois já ela estava hiper disperta.. e pensamos ok vens para a cadeira da papa enquanto os pais comem algo, nada berrou... pergunto queres fazer o ohoh estica os braços, meto a no berço e adormece.

E o pai vira-se será que esta doente... dormiu a noite toda... e tivemos de acordar e o pai foi de novo medir a febre, nada... e o pai será que esta doente? E eu sorrio para dentro e penso quando não dorme rugamos pragas, quando dorme muito bem ficamos loucos a pensar que estão doentes... 

Somos ou não bipolares?

Dia dos namorados sugestões parte 2

Sendo o dia dos namorados este ano a um sábado, já se esta mesmo a ver que o programa da maioria dos casais será jantar fora e cinema ver as 50 sombras de Grey. Nada contra o programa, talvez eu muda-se o filme ehehe. Mas nada é menos romântico do que estar horas a espera para comer, ou então comer num restaurante cheio em que vemos que existem mais pessoas a espera que terminemos o prato e que o empregado ande lá amigavelmente a rondar a fazer pressão para jantarmos. 

Por isso venho sugerir hoje para quem tem filhos, para quem não gosta do que descrevi em cima, ou para quem anda mal de finanças, fazer exactamente o que fiz aqui, mas faze-lo de um modo mais requintado (eu fiz durante a semana). 

Se quiserem combinem, o homem prepara o ambiente e a mesa (vá esforcem-se mesmo para criar um ambiente romântico, umas velas, umas pétalas de rosa e uma música ambiente e preparem uma sangria de frutos vermelhos).

A mulher (se quiserem troquem de lugar) prepara as entradas, o prato e a sobremesa. 

Para quem tem filhos, podem os deixar com algum familiar senão tiverem um anjinho como a minha que vai fazer ohoh as 8 da noite. Quem não tem familiares, pode juntar-se a uns amigos e fazer algo do género a vez, nós ficamos no dia 14 e no outro fim de semana ficam vocês com eles. Os miúdos vão adorar dormir a noite em casa dos colegas e os pais agradecem o tempo sozinhos. 

Então sugestões para ementa:

Salteado de cogumelos e camarão 

Caril de camarão com abacaxi

Chocolate and Banana Brownies (servir morno com gelado de baunilha) 

Bacon com ananás (cortar ananás em cubos e enrolar bacon e levar ao forno a tostar)

Tâmaras com bacon (enrolar o bacon nas tâmaras e levar a tostar ao forno)

Rolinhos de Salmão

Fondue de chocolate e frutas 

Queijo fresco com salmão fumado e cebolinho

Rissoto de camarão e presunto

Rissoto de cogumelos 

Mousse de Maracujá 

Pág. 4/4