Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

RTP dá tiro no pé e Joana Vasconcelos suicida-se em público

Da polémica do João Soares, é que nem vale a pena comentar, acho que já cometeu suicido social a muito tempo. 

A RTP que estava a começar a entrar no meu canal de eleição porque esta a ter uma programação interessante em ver, comparativamente com a ficção nacional das outras emissoras. E vai na volta enterra-se completamente... com a tal campanha de #esefosseu que para quem não sabe, serve para as pessoas se colocarem na pele de um refugiado e escolherem coisas para levar na mochila. 

Ora a Dona Vasconcelos decide levar, o ipad, o iphone (ela diz mesmo isso, não o telemóvel ou tablet, que é para mostrar o dinheiro) o meu caderno, os meus lápis, lãs e uma agulha para qualquer eventualidade (vai espetar aquilo num olho de um terrorista, só pode), os meus óculos de sol e as minhas jóias portuguesas....

 

Querida Dona Vasconcelos chumbou redondamente na prova..... a ideia era por se na pele dos refugiados, fugir pela vida, não fazer a mochila para ir a esplanada ver as vistas e passar o tempo. 

 

Sim houve refugiados que levaram consigo o telemóvel e o carregador para quando tivessem num local seguro o voltarem a ligar. Por isso nem crítico isso, crítico sim a falta de alguns artigos onde demonstrasse que estava a levar o assunto a sério e não de uma forma a mostrar aquilo que tem. 

 

Se fosse comigo (espero que nunca seja), levaria na mochila da minha filha, o seu óó, um história pequena (para ler ao dormir e ela esquecer o mundo), a sua minie, e a sua boneca.... porque uma criança merece ser criança. 

Na minha levaria, uma muda de roupa minha, da minha filha, uma manta para a embrulhar a ela, e sabão, escovas de dentes e pasta de dentes. Leva-a a carteira com os nossos documentos, a certidão de casamento (para provar que era casada) e levava o primeiro álbum de fotos dela (não é pesado). 

Na do meu marido, levaria roupa dele, mais uma manta, e alguma comida enlatada. 

 

Infelizmente neste cenário não sei bem como poderia levar os meus meninos :S, porque não são pequeninos, o N é arrisco e morde e assanha-se, a B é medricas mas não gosta de colo. 

 

Faz-me confusão

Para além de muitos pais exporem os filhos no facebook e internet ao máximo, nem digo uma foto ou outra....alguns documentam tudo em fotos e post. O que me faz mais confusão é pais que tem filhos doentes e que retratam todos os momentos dos internamentos e tratamentos.... faz-me confusão, fico perturbada, não por saber que existem crianças a passar por doenças horrorosas... mas sim quando se sabe que o prognóstico é reservado que possivelmente este será o último internamento da criança, estar a mostrar fotos diversas várias vezes ao dia com a criança prostrada de olho fechado, cheia de tubos e fios.

Compreendo a necessidade de partilhar uma ou outra foto, na esperança de angariar algum dinheiro na procura de uma cura que muito provavelmente não existe... compreendo isso tudo, mas basta isso, uma ou outra foto da criança... até podem relatar post sobre actualização do estado de saúde da criança... mas mais que isso acho que é expor a vida privada de uma criança que já tem pouca ou nenhuma privacidade num hospital.

De todas as vezes que já tive num hospital com a M, devo de ter 2 ou 3 fotos, uma de um primeiro internamento com 6 meses, mas porque ela estava a sorrir de um modo muito fofo e eu tirei... alias quem vê a foto e são só familiares nem notam que é um hospital, quando perguntam onde é? Eu digo é no hospital acordou assim muito bem disposta depois de no dia anterior nem sorrir... e ai sim as pessoas notam que tem um fio de soro no pulso e o pulso ligado.

Outra que me recordo é um foto tirada na sala de espera do Hospital pediátrico de Coimbra... mas lá está são tudo fotos em que ela está bem e alegre...

Longe de mim quando a M acordou da anestesia geral aquando da biopsia, lhe tirar uma foto... ela estava muito assustada, muito perturbada... e quando finalmente ficou bem... o tempo foi passado a mima-la... se temos boas memórias desse período sim, a M ficou para última para ter alta, logo teve a atenção de duas enfermeiras só para ela. Teve todos os brinquedos da enfermaria na cama dela, e muitos mimos das duas senhoras... podia ter tirado uma foto, sim podia, mas vivi o momento.

Espelho meu espelho meu

Haverá alguém mais parvo que o Pedro Arroja, só tenho pena é da mulher dele que coitada sem um homem não sabia o que fazer.

Pois olha eu, se o meu marido não me disser o que tenho de fazer para o almoço e jantar, e o que vestir e o que devo fazer, e se não for ele a controlar as minhas contas, ui nem para comer um prego na esquina conseguia, porque as mulheres são totalmente desprovidas de cérebro certo... e coitados dos homens solteiros, sem uma mulher para os educar, são uns bêbados que só sabem conduzir em excesso de velocidade.

Ui então os pretos, esses só fazem sexo e nem querem saber das mulheres e dos filhos, é tipo os leões na selva estão a ver? Não então o leão dorme todo o dia, só come se a leoa lhe trouxer comida e passa o dia a fazer reproduzir-se excessivamente.

 

Se querem ler mais umas pérolas de sabedoria de um economista demente leiam aqui...

Guerra psicológica

Estamos em Guerra, numa Guerra ao terrorismo, mas acima de tudo numa guerra psicológica. Os atentados em Paris vieram reforçar o ódio cego ao islão, aos muçulmanos e aos refugiados, ignorando até as notícias de que um dos terroristas era luso-descendente (mãe de nacionalidade portuguesa).

Este ódio cego é o que o ISIS quer, quer que odiemos todos os muçulmanos, querem ter o controlo e o poder e fazem-no atacando civis, tal como fazem na Síria, aquele terror e medo psicológico que sentimos de sair de casa para algum evento ou local de turismo é apenas o dia a dia de muitos refugiados viveram. Podem os censurar de fugir....

A minha irmã estava a bordo de um avião para Alemanha na noite em que tudo aconteceu, e eu fique com medo, medo que houvessem mais atentados, mais bombas nos aviões.

ISIS atacou França devido a retaliação que a França deu após os primeiros ataques terroristas em França no inicio deste ano.

Foi algo extremamente planeado e apesar de poderem vir terroristas infiltrados no meio dos refugiados, não foram estes que causaram o 13/11... mas sim quem já lá vivia a anos. E isto sim é que nos faz ter medo, o imaginar quantas pessoas aqui em Portugal podem ser terroristas, e não estou a falar em muçulmanos por isso não venham dizer que é mandar todos embora... muitos dos que se juntaram ao ISIS vieram ou são da Europa e não tem aparentes ligações ao Islão.

Viver com medo é das piores coisas que existem, ter medo de levar a nossa filha a um evento onde vão haver muitas pessoas, porque sabe-se se lá se algum dia não o fazem aqui, ter medo de uma 3ª guerra mundial e pensar que daqui a uns meses ninguém vai estar preocupado com o Passos ou o Costa, nem com prestações de casa, mas sim se tem comida suficiente para dar aos seus filhos.

E como diz saramago

Matar em nome de Deus é transformar Deus num assassino

 

E para mim esta guerra nunca será uma guerra de religiões ou de etnias, mas sim uma guerra de Homens, Homens sem escrúpulos e psicopatas.

Só tenho pena é que daqui a uns bons anos se lá chegar viva, os meus netos me perguntem onde eu estava e o que aconteceu... tal como o meu cunhado perguntava este fim de semana a avó onde ela estava no 25 de Abril.

 

index.jpeg

 

Não sei como ela consegue!

Li o livro "Não sei como ela consegue"


Kate Reddy trabalha numa das mais antigas e distintas instituições do coração financeiro de Londres, a Edwin Morgan Forster. Para esta mulher de sucesso o dia devia ter no mínimo 48 horas! É que ser casada e mãe de dois filhos exigentes não é tarefa fácil para quem quer manter-se no topo de uma empresa igualmente exigente. Kate está habituada a contar os segundos tal como as outras mulheres contam calorias, sendo apenas mais uma vítima da «falta de tempo» que afeta milhões de mães que trabalham neste início do século XXI. "Não Sei Como Ela Consegue" foi objeto de uma adaptação ao cinema, com estreia em 2011. Se fosse fácil, até os homens conseguiam!

9789722330701.gif

 Retirado da FNAC.PT

E não recomendo que vejam o filme e depois o livro pois pelo que vi pelo trailler não tem grande coisa haver com o livro, e a personagem no filme não demonstra a mulher forte que é Kate Reddy...

Mas de facto todas nós mulheres e homens deviam de ler este livro, porque de facto é sempre mais fácil um homem dedicar-se a sua profissão. Ainda é esperado, que seja a mãe a por e a ir buscar os filhos, ainda é esperado que as mães cozinhem os pratos favoritos dos filhos ou os saibam de cor. Que levem bolos para as vendas da escola, que saibam que roupa é que os filhos precisam e vestem, que actividades tem.

Mas se juntarmos isto a uma profissão muito exigente e pouco compreensiva com mães com filhos?! Algo vai ficar para trás, como dar atenção ao marido, a casa, aos filhos, lidar com dramas da ama e da empregada.

Aqui fala-se na primeira pessoa, o sentimento de culpa por não ver os filhos crescer, o sentimento de culpa de lidar com os filhos e marido como se de tarefas se tratassem.

Claro que existem casos e casos, mas na grande generalidade o homem assume automaticamente o segundo plano no que diz a cuidador do lar e dos filhos... até podem dizer ah mas o meu homem é quem cozinha, sim mas isso é só uma tarefa. O meu marido também faz muita coisa em casa, mas sou eu é que sei o que a M comeu ontem e tem de comer hoje, sou eu que sei roupa ela ainda tem sem sequer olhar para o armário porque memorizei toda a roupa que vestiu... ou veste... sou eu que fixo datas sem sequer precisar de um calendário para me recordar. Sou eu que decido o que ela veste, o B também sabe escolher roupa, mas pede-me sempre para eu escolher (aqui até confesso gostar de ser eu a fazer).

Claro que para eu cuidar de tudo isto, ele cuida das finanças da casa, é ele quem paga as contas, e quem faz as compras grandes do mês... somos nisto uma equipa, porque para eu conseguir ter cabeça para a casa e trabalho tive de delegar tarefas... e nisto nós mulheres ainda pecamos muito porque temos muita dificuldade em aceitar que os nossos maridos possam fazer qualquer coisa melhor ou tão bem como nós...

Nós mulheres é que queremos tudo, queremos igualdade, mas depois não deixamos que ela exista em casa, queremos independência financeira ao ponto de seremos nós mulheres que sabemos tudo o que existe para pagar, queremos ter sucesso profissional, queremos decorar a casa ao nosso gosto... nós é que sabemos como se limpa a casa, nós é que sabemos cozinhar, nós é que sabemos cuidar dos filhos... e por aí fora... e os homens obviamente habituam-se ou conformam-se com o papel secundário de ter uma carreira de sucesso (porque a cultura sempre foi de o homem ganha-pão) e quiça o ajudar a mulher a lidar com a casa, quando ela pede.

O que realmente aprendi com este livro, infelizmente não podemos ter tudo, se queremos ter uma carreira de sucesso que implique muitas viagens e horas de trabalho, não podemos crer ser o principal cuidador dos filhos. O que realmente interessa é as prioridades das pessoas e da família em si. Senão querem que os filhos sejam educados por terceiros, então alguém ou ambos tem de ceder no que se refere a ambição profissional.

E o que se aprende com isto tudo, que os filhos não querem saber de brinquedos caros, querem apenas que os pais tenham tempo para ir ao parque, ver filmes e ler histórias com os pais.

Pelo menos a venda da TAP foi conseguida

Sim independentemente do Costa e amigos estarem a fazer esta brincadeira sem gosto nenhum e terem medo de ir a eleições senão tivessem medo de ir a eleições aceitavam que a constituição muda-se extraordinariamente para que o Cavaco Silva pudesse decretar eleições antecipadas e assim dar a voz ao povo, se quisessem até podiam ir PCP/BE/PS juntos e a coligação PAF  apenas e assim o povo decidia o que queria. Mas  a esquerda pelos vistos não segue o lema do POVO é quem mais ordena. Yah e não me venham com coisas que elegemos deputados e não governos, porque para isso não havia programas eleitorais e cabeças de lista.

Pelo menos a TAP foi vendida que era o meu receio no meio desta brincadeira, e digo que ainda bem, porque sabendo melhor o que se passa lá dentro e tendo vários conhecidos a trabalhar na TAP, sabia perfeitamente que as contas estavam por um fio e os postos de trabalho ameaçados por falta de capital para pagar ordenados.

Pelo menos assim o Governo protegeu a grande maioria dos postos de trabalho, caso contrário a insolvência da empresa era mais certo todos irem para o desemprego e tendo em conta que são postos de trabalho extremamente especializados para um mercado escasso, iria ser um grave problema para muitas famílias.

 

E mais não digo

Dirigindo-se, depois aos deputados do PSD, do CDS e do PAN (os que não deverão rejeitar o programa de Governo), o líder centrista pediu: “Estamos a deitar fora os sacrifícios que tantos portugueses fizeram. Hoje, têm a oportunidade de aprovar o programa de um Governo legitimamente eleito. Um programa de um Governo que os portugueses já julgaram. A vocês, a história julgará”.

 

E o Costa continua a saga da luta pelo poder as cegas, eu juro que não sei onde iram buscar tanto dinheiro.... vai saber bem receber tudo de volta oh se vai.... mas a que preço é que vamos pagar?!

Sem tirar nem por

Eu não sou de clubes, nem de partidos, eu voto pelas pessoas e pelas propostas e por aquilo que eu acho que o país precisa. 

Nestas eleições pensei o país precisa de estabilidade, precisamos de mais 4 anos sem desfazer o que tanto nos custou, para que o futuro possa ser um pouco melhor.

Então comecei a analisar o carácter dos cabeças de cada partido.... todo aquele discurso de ESQUERDA de sair do Euro, de renegociar a dívida e afins soava muito ao que aconteceu a Grécia e disso sim eu tinha medo, tão perto da meta, já depois de nos livrarmos da Troika a impor medidas absurdas íamos picar o ninho de vespas... não isso eu não quero. 

Ok sobravam os dois do costume PS e a coligação.... e o que eu ouvi do António Costa desde que roubou o cargo ao Seguro, foi uma sede de poder e uma ambição desmedida, o homem prometia fazer melhor, sem definir nada em concreto, as respostas sobre onde iria buscar o dinheiro para dar tudo o que nos foi retirado, ele não sabia responder ou era muito confuso. Passou toda a campanha a dizer mal do anterior governo que se esqueceu de dizer onde iria mudar o que iria fazer para levar Portugal a um bom porto. 

Para mim o ideal era ganhar a coligação e o PS juntar-se a eles e fazerem boas propostas para o Orçamento de Estado, colocar o bem do país em prol da ambição. Nas campanhas eleitorais o PS dizia a pés juntos que nunca se iria coligar ou apoiar a coligação, que não precisava do PSD para nada. Já Passos disse que perdesse ou ganhasse estava disposto a sentar-se e juntar ideias e reformar por exemplo a SS. Mostrou-se humilde em altura de eleições, eu sei que isso é dizer o mesmo que nada. 

Ganhou-se as eleições, o Presidente da Republica pede a quem as ganhou para formar um governo maioritário com os outros partidos... ou outros partidos bateram o pé, mas o PS fez pior começou quase a fazer um Golpe de Estado, reunindo-se com o Bloco e PSP e dizendo que tinha acordo com eles, mas nada em papel, não havia nada definido a não ser boa vontade.

Boa vontade essa que era só para 2016, sim se o Costa fosse indigitado Primeiro-ministro, Bloco e PSP deram a sua palavra que iriam aprovar o Orçamento de Estado para 2016, mas que para os anos seguintes estes teriam de mudar vários pontos em que o PS diverge com a restante Esquerda. 

Se isto é estabilidade vou ali e já venho.... todos nos sabíamos que assim que o PS fosse obrigado a manter ou modificar algo do acordado num possível Orçamento de Estado, que o o Bloco de Esquerda e PSP iam saltar fora porque é contra a ideologia política deles...  

Se é viável o que temos, NÃO mas respeita o que a maioria do povo quis... Quem não votou coligação, também não estava a pensar que o PS se ia juntar ao Bloco de Esquerda ou ao PSP...Sim porque a maioria que votou no PS nunca iria aceitar isso, e quem votou nos restantes partidos da ESQUERDA também não iria querer que eles de repente passem a fazer parte de um governo que se diz de ESQUERDA mas que atira muito a DIREITA. 

 

O Cavaco Silva perde em muito e sim também o considero o pior Presidente da Republica que já tivemos, mas ele não disse que nunca aprovaria um Governo de esquerda, o que eu entendi da mensagem foi :  Que nunca iria aprovar um Governo de Esquerda, que o povo não elegeu, e que esse Governo de Esquerda divergia e muito com os ideais do PS, sendo um deles, sair da Zona Euro, renegociar a dívida, saída da Nato e por aí fora. E que esses mesmo ideais iam muito contra os restantes estados membros da Europa. Ou seja seria um Governo liderado por António Costa, pressionado a sair do Euro, a renegociar a dívida e a sair da Nato, quando a restante bancada parlamentar do PS não quer nada disso.... 

 

E ainda bem que alguém pensa igual a mim, podem ler aqui.

Netflix já subscrevi e....

E apesar de muitas alminhas (nem 24 h de vida tem) já andarem a dizer que não presta os conteúdos são antigos e as séries novas não são do conhecimento do povo português e não tem um biblioteca de filmes apelativos. Euzinha subscrevi ao período de adesão gratuita e devo confessar que vou ficar até me aparecer em casa algo melhor. 

Vou então dar aqui a minha opinião podendo dar assim umas luzes a quem ainda está na dúvida se vale a pena ou não. 

 

Devem sempre aproveitar o período experimental de 1 mês.

Apesar de no registo terem de seleccionar logo o "pacote" que querem e inserir os dados para pagamento com paypal ou cartão de crédito... não se preocupem de cancelar a subscrição é bem mais fácil do que cancelar uma MEO, NOS ou VODAFONE basta ir a página e cancelar a mesma... não existe cá vendedores chatos a diminuírem a prestação e a obrigar a andarmos a ser chulados por mais 24 meses. 

E porque devem de aproveitar, hora bem só assim sabem se alguma série nova que eles tem compensa, se vão ou não dar uso ao mesmo. 

O registo é fácil, cria-se logo os perfis e dá para colocar controlo parental no perfil das crianças. 

Eu seleccionei a opção mais barata, a de não ver HD (não tenho largura de banda suficiente) e de só conseguir ver num dispositivo de cada vez... ao contrário do que se pensava eu posso ver NETFLIX onde eu quiser, no telemóvel, no PC, na TV... aqui em LX no Porto ou no mundo inteiro (nos países que o NETFLIX seja legal) só preciso de ter uma ligação à net. 

O que não posso fazer com o pacote mais barato é se o meu marido não quiser ver o que eu estou a ver, agarrar num pc e ver ele outra coisa... para isso paga-se mais um pouco... mas para mim neste momento não me faz sentido poder ver simultaneamente em vários dispositivos. 

 

Quem vai achar o NETFLIX desde JÁ BRUTAL

Para alminhas como eu que só tem Satélite em Casa e não existe CABO ou Fibra em casa e por isso não temos opções como andar para trás na emissão, gravar automaticamente ou ver o que deu na TV a 7 dias atrás... ou para quem só tem a tv nacional e mais nada. 

O NETFLIX é um máximo, ontem o meu marido viu lá o Regresso ao Futuro em destaque (porque será) e disse põem a dar e eu não que são 23:30... e ele vá lá é só para ver a velocidade e qualidade no tablet. 

Bem senhores eu a ver o Youtube num qualquer vídeo do panda, aquilo anda a passo de caracol e as vezes o vídeo para e muito a espera de carregar mais conteúdo.

Ora eu não sei o que os gajos do NETFLIX fizeram, mas a qualidade da imagem é muito boa, e não parou uma única vez dos 45 minutos de filme que vimos... parei a emissão com protestos do meu filho mais velho aka MARIDO... e disse amanhã vemos o resto e ele pois deve de ser deve. 

Eu disse calma o NETFLIX sabe onde ficamos a ver e amanhã recomeçamos do local onde paramos. 

E assim que ando para trás no tablet aparece lá o filme e uma frase a dizer qualquer coisa (não me recordo) mas que significa que podemos ver o filme de onde paramos. 

Só isso nos deixou a babar, estão a ver com uma cria de 2 anos... muitas vezes só temos 1 hora para ver qualquer coisa e as vezes deixamos coisas a meio que depois desligamos e olha já temos de andar a pesca  a procura para saber onde ficamos. 

O meu marido ficou um pouco desiludido com o conteúdo da biblioteca, mas o que disse foi o mesmo que o CEO disse... a NETFLIX chega aos países tal como a UBER a fazer uma grande batalha para ganhar terreno e mercado e com um grande investimento pelo começo... primeiro tem de conhecer os nossos gostos e depois sim vai disponibilizar mais conteúdos para cá... como ele diz sempre ao final de um ano de NETFLIX nem nos vamos lembrar de que no inicio tínhamos pouco para ver (no campo novidades, porque séries antigas como Prison Break, Gossip Girl, Orange is the new black estão lá). 

 

Séries que já adicionei a minha lista para ver a Parteira, Elementar e ainda vou ver se gosto da série Marco Polo (pessoal que gosta da Guerra dos Tronos parece que vão gostar dela). 

 

Quem não vai achar a mínima piada ao NETFLIX

Quem tem fibra, CABO e que tem séries e filmes a farta com os TV CINES e TV séries e com as opções de andar para trás 7 dias ou gravações automáticas. 

Quem está habituado a sacar filmes ilegais quando ainda estão no cinema, também não vão gostar... a não ser que seja só pelo facto de já não terem espaço nos discos em casa e queiram dar um descanso na pirataria... o mesmo aplica-se a quem vê séries desta forma. 

 

 

Não estou a ser paga e a opinião do meu marido no final da experiência de 45 min a usar o netflix foi de quem sim para nós vale muito a pena.... Este artigo serve apenas para informar o público em geral, porque sei que existem várias críticas por parte dos "viciados em séries e filmes" de que conteudo é pobre em novidades... e quis deixar a minha opinião de alguém que tem má ligação a net e um Satélite da MEO e não vê coisas de forma ilegal. 

 

 

Bifanas de Vendas Novas - Dolce Vita Tejo

Aqui fica a minha opinião que escrevi no Zomato (aplicação onde podem ver os ménus e opiniões de quem lá comeu) sobre esta cadeia de comida.

 

Pedimos a sopa de peixe para a minha filha que estava deliciosa. Pensei logo o bitoque vai estar delicioso. Que horror não consegui tocar na carne um sabor horroso e cheiro intenso. Não faço ideia que tempero tinha a carne. Mas destruiu a minha refeição. O mais interessante era que a carne que vinha no prato do meu marido era mais saborosa e dividimos a carne por nos. Batatas ensopadas em óleo. Só o arroz se safava e isto foi na abertura para a hora de almoço éramos os primeiros clientes. O staff da cozinha entrou só ao meio dia. O que deu a entender logo que a comida iria ser feita a pressa porque o staff estava a terminar a pausa de almoço. Nunca mais lá volto.

 

Só se safou a sopa de peixe que foi uma das melhores que já comi, pelos outros comentários as pessoas dizem mesmo que o melhor que eles tem são advinhem sopas, pois bem se calhar mudavam a área de restauração de bifanas, pregos e bitoques para uma bela casa de sopas.