Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

Special Things by Me

Um blog sobre ser mãe, mulher e esposa. Um blog sobre os desafios da maternidade, sobre alimentação especial, um blog sobre tudo e sobre nada.

O meu filho têm cá um feitio

Então obriga a mãe a estar de repouso absoluto, levar injecção de maturação de pulmões. Mesmo de repouso absoluto o colo foi se apagando....ele sempre posicionado e a ameaçar. Às 35 semanas a obstetra dá progesterona durante uma semana para o aguentar. Assim que paro a progesterona começa a sair o rolhão mucosa. Mas aos poucos e limpinho....sábado pareceu que estava com perdas de líquido. Fui às urgências fazem toque e a obstetra de serviço diz o colo está fino e fechado mas o bebé está mesmo aqui por isso começando as contrações é rápido. Ctg e contrações irregulares. Como não tinha mais de 37 semanas não fico lá. Porque antes das 38 semanas estando mãe é bebé bem e mesmo num privado não pode acelerar o processo. Venho para casa...ligo a minha obstetra mais repouso...tive imensas contrações dolorosas mas eram de 20 em 20 min e ao fim de uma hora e tal pararam. Fiquei quase quase de ir não tivesse uma filha a dormir e ninguém para ficar com a menina. Ou melhor tinha de chamar um familiar. Até a dose de heparina foi tomada a medo porque só 12 horas depois posso ter epidural. Hoje chego ao meu hospital, a médica já tinha deixado indicações ao staff que eu poderia ficar para n cobrar logo a consulta, porque para o hospital aquela consulta se der internamento faz parte do pacote do parto. Não tinha dores nenhumas....Ctg cheio de contrações de 80% acima dos 30% são contrações pequenas. E fiquei a pensar olha fico cá. Médica olha o ctg, bem mts contrações não são regulares mas são muitas seguidas. Avaliação colo com dilatação e penso é hoje que nasce, mas ouço a médica a dizer hmm ele mexeu-se...está mais subido...ecografia pois o malandro desistiu de estar posicionado para nascer. Lá venho para casa com contrações mais intensas....dores daquelas que fazem mesmo pensar onde está a epidural. E raios tenho de ter pontaria com a heparina senão tenho parto a moda antiga. A obstetra está de aviso, amanhã está de folga mas quer que eu ligue para ser ela a observar caso sinta contrações mais regulares ou as dores sejam muito fortes ou me arrebente às águas. Se fosse a primeira filha até nem estava tão desiludida, atenção não é porque quero q nasça, já sei o que a casa gasta. Mas todo o mês deitada, entrei em fase inicial de trabalho parto sábado....e hoje o menino decide mudar de posição....Mas a dilatação vai continuar, ou ele se encaixa ou ainda tenho uma cesariana. E pior como estou por casa a ausência de dores n significa zero contrações, porque no ctg todo as dores nem tive, só no final da consulta é q tinha...e pronto com outro filho por casa, o tempo que este decide está na hora é crucial....se for no horário de saída do infantário ou à noite torna tudo muito complicado....do que se for de manhã ou a tarde durante a semana, está no infantário e o pai Tem tempo para orientar quem fica com a M. E para não falar do raio da heparina e a epidural. Sim eu quis um trabalho de parto natural, mas porra podia ser do gênero arrebentar às águas é que isto de contrações e dilata inferior a 4 dedos e ainda não ter 38 semanas é sinal que fica em casa a aguentar....sério não podia ser tipo filmes as águas rebentam e é logo sinal que é o parto e que entras na maternidade e ninguém te manda para casa.